sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Kassab recebeu ‘fortuna’ da Controlar, acusa testemunha

Gilberto Kassab (PSD), ex-prefeito de São Paulo
Em depoimento ao Ministério Público Estadual (MPE), uma testemunha protegida disse ter ouvido que o ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab (PSD) recebeu “verdadeira fortuna” da Controlar, empresa responsável pela inspeção veicular, e que o dinheiro ficou guardado em seu apartamento. Ex-secretário de Finanças de Kassab, Mauro Ricardo também é citado. A testemunha não apresentou provas e os acusados negam irregularidades. A testemunha relatou fatos que teriam sido narrados por Ronilson Bezerra Rodrigues, apontado como líder da máfia do Imposto Sobre Serviços (ISS). Ele afirmou que Kassab pediu ajuda ao empresário Marco Aurélio Garcia, irmão do secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Rodrigo Garcia, para levar o dinheiro até uma fazenda em Mato Grosso. Kassab nega e classifica as acusações como “fantasiosas”. Ainda segundo o relato, Ronilson disse à testemunha protegida, “em tom de anedota”, que o avião “teve dificuldade de decolar em razão da quantidade de dinheiro embarcada”. O depoimento da “testemunha Gama” consta do Procedimento Investigatório Criminal (PIC) 03/2013 do MPE, presidido pelo promotor Roberto Bodini, e foi anexado aos autos no dia 19 de dezembro.
Artur Rodrigues, Bruno Ribeiro e Fabio Leite, Agência Estado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados