terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Mensalão: Irmão de Genoino deveria estar preso por ameaçar deputados

Ele é o tal da cueca cheia,
agora chantageando parlamentares
jose_nobre_06
Chave de cadeia – O Brasil vive um momento extremamente perigoso em termos políticos, situação que pode levar o País a uma crise sem precedentes, apesar de alguns mais crédulos acreditarem que isso é impossível pela solidez da democracia nacional.No momento em que o presidente do Supremo Tribunal Federal e relator da Ação Penal 470, ministro Joaquim Barbosa, expediu o mandado de prisão de doze mensaleiros, o fez porque as respectivas sentenças haviam transitado em julgado. Ou seja, não cabiam novos recursos por parte dos condenados.Protagonista de drama chicaneiro com base em cardiopatia nada grave e contando com a encenação teatral e exagerada de integrantes da própria família, o petista José Genoino já deveria ter perdido o mandato de deputado federal, como explicita a sentença proferida pelo STF, mas a bancada petista na Câmara insiste em um jogo sujo e recheado de intimidações.Líder do PT na Câmara e irmão de Genoino, o deputado José Nobre Guimarães (CE) – mentor do escândalo dos dólares na cueca – ocupou a tribuna da Casa na segunda-feira (2) para fazer ameaças aos que optarem pela cassação do mensaleiro. A ousadia de Guimarães foi tamanha, que o parlamentar chegou a afirmar que reagirá ao carrasco que quiser cassar o mandato do seu irmão.“Eu aprendi uma coisa com a minha mãe: aqui se faz aqui se paga. Se aparecer algum carrasco aqui na Câmara querendo cassar o Genoino precipitadamente, provavelmente esta Câmara não perdoará”, disse José Nobre Guimarães, para quem a condenação de Genoino ainda não é definitiva. O que o PT vem tentando desde a decretação das prisões é desafiar o Judiciário e afrontar o ministro Joaquim Barbosa, que tem sido alvo de críticas covardes e criminosas, como se no País inexistissem leis.O discurso utópico do PT é típico da esquerda chicaneira, que tenta criar factóides para justificar seus próprios fracassos e crimes. Não se pode aceitar qualquer tipo de manobra por parte dos petistas, que atropelam de forma escandalosa uma decisão judicial apenas para que o pedido de aposentadoria por invalidez, formulado por José Genoino, seja aprovado pela Câmara dos Deputados, o que representaria uma bofetada na cara de uma sociedade que não mais suporta conviver com tantos escândalos de corrupção.Em qualquer país minimamente sério e com autoridades responsáveis, José Nobre Guimarães já estaria afastado do cargo e preso por ameaça. O País não pode se curvar a esse golpe que se desenha à luz do dia, sem qualquer tipo de reação dos Poderes constituídos, começando pelo Judiciário.A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados reúne-se na manhã desta terça-feira (3) para decidir sobre a instalação de um processo de cassação do mandato de José Genoino, algo desnecessário porque trata-se de perda de mandato por imposição da Justiça, não cabendo a quem quer que seja discutir o feito.Sob pena de criar uma crise entre os Poderes, o presidente do Supremo deveria, com base no que determina a legislação, determinar a imediata prisão do presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), por crime de desobediência. A um cidadão comum que ignora ordem judicial não resta outra saída, que não a de contemplar o nascer do astro-rei de forma geometricamente distinta.O PT transformou o Brasil em uma baderna institucionalizada, como forma de avançar com o seu projeto totalitarista de poder, mas as autoridades estão demorando a reagir e decretar o fim da “cleptocracia” comandada pelo lobista Luiz Inácio da Silva e seu bando.
Fonte: Ucho Info

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados