1. Apple

"O nome tem de ser iPad", sussurrou Palocci no ouvido de Steve Jobs. O empresário americano titubeou. “Acredita, vai dar certo. Você se arrependeu quando te disse que estava na hora da Apple entrar no negócio de telefones celulares?”
2. Barcelona

Palocci vem dando bons conselhos desde o início da década de 90. Head hunter renomado, ele pode ser visto aqui aconselhando dirigentes do Barcelona a investir em talentos promissores. “Trouxe esse garoto comigo. É franzino, mas meu instinto diz que tem futuro.”
3. Facebook

Assolado com uma miríade de clientes e sem bolsos para guardar a infinidade de cartões corporativos que lhe eram entregues a cada reunião, Palocci sugeriu a um jovem Mark Zuckerberg que pensasse na criação de um site capaz de catalogar e conectar as pessoas. “Mas cuidado com uns gêmeos bem apessoados, eles podem querer roubar a idéia.”
4. Investidores americanos

Perspicaz, no início de 2007 Palocci enviou um email a seus clientes recomendando que vendessem ações da Lehman Brothers
5. CBF

Ao olhar a lista dos convocados para a Copa de 2010, Palocci telefonou para a CBF: "Olha, posso estar errado, mas tudo me diz que na hora H esse Felipe Melo pode dar problema." Palocci considera a consultoria fracassada. Ricardo Teixeira não deu ouvidos.
6. J. K. Rowling

A escritora britânica procurou Palocci. “Quero escrever um livro de culinária.” O Ministro rebateu: "Não sei... quem sabe um livro que conte as artimanhas de um bruxinho de óculos não faça mais sucesso?"
7. Eike Batista

Ao pesquisar os investimentos de Donald Trump, Palocci catou o telefone e ligou para Eike Batista: "Olha, se você quer enriquecer de verdade, use peruca."
8. Silvio Santos

O talento para a consultoria foi revelado muito cedo. Com quatro anos, Palocci orientou um rapaz que buscava largar a vida de camelô. "Fiz um benchmarking na classe C e notei uma procura por carnês de mercadorias. Achei que BAÚ poderia ser um bom nome.”