segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Pizzolato entra para a lista de procurados da Interpol

190 países são alertados da fuga do ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil, condenado a 12 anos e 7 meses de prisão por corrupção, peculato e lavagemCondenado a 12 anos e 7 meses de prisão no processo do mensalão e foragido na Itália, o ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato está oficialmente inscrito na lista de procurados da Interpol. O site da polícia internacional reúne dados e fotos do petista e informa que ele foi condenado por corrupção e lavagem de dinheiro.A Interpol já emitiu alerta vermelho sobre Pizzolato para os 190 países membros. Em alguns países, o alerta tem validade de mandado de prisão. Em outros, é necessário que uma autoridade judicial local valide o mandado.
ESTADÃO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados