sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Enlouquecidos de ódio pela prisão de mensaleiros, petralhas entregam a intenção do governo com as leis de censura à mídia

dirceu-dp
Como sempre tenho dito, enquanto muitos buscam notícias do Mensalão, aqui eu entrego outro tipo de conteúdo, focado na reação dos petistas em relação aos eventos atuais. Este não é um blog de notícias, mas de notícias comentadas nas quais vejo oportunidades de usar o ceticismo político e/ou avaliar a questão da guerra política sob a ótica da dinâmica social.
Como de costume, é o que farei agora citando a matéria do Brasil247 abaixo, intitulada “JB manda prender Dirceu, Genoíno, Delúbio e Valério”, que não teria nada de mais, pois apenas repete o que os outros organismos de mídia tem publicado. Veja-a abaixo:
Jose Genoino, ex-presidente do PT, foi o primeiro a receber a ordem de prisão expedida por Joaquim Barbosa, que trabalhou no feriado de 15 de novembro, data da proclamação da República, para que seu ato tivesse um significado simbólico. Possível candidato nas eleições presidenciais de 2014, Barbosa poderá vestir o figurino de fundador de uma nova república.
Na primeira leva de presos, estão 12 nomes – e já se sabe que, além de Genoino, há também o de José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil, o de Delubio Soares, ex-ministro da Casa Civil, e o de Marcos Valério, ex-sócio das agências de publicidade DNA e SMPB.
A Polícia Federal de Brasília recebeu nesta sexta-feira 15 os mandados de prisão expedidos pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, pela Ação Penal 470.
Da capital federal, a corporação deve enviar cópias para as superintendências regionais nos estados onde estão os réus condenados no julgamento. As execuções das prisões, agora de responsabilidade da PF, podem acontecer inclusive em feriados e no final de semana. A única restrição, de acordo com o Código de Processo Penal é de “inviolabilidade do lar”, à noite – não pode invadir a casa onde está o réu.
O mais relevante, no entanto, é que tão atordoados com as notícias, os funcionais do partido estão revoltados e revelando mais coisas do que deveriam. Veja o que diz um comentarista do Brasil247, na mesma notícia, abaixo:
Pois é, Dilminha. Continue dormindo no ponto e não faça uma redemocratização da mídia… A próxima vítima do golpe pigniano pode ser você. Vou esperar lindamente o Zé Dirceu recorrer às cortes internacionais  Condenado sem uma prova sequer, investigaram até as contas da mulher e amigos próximos do cara, e nada encontraram. Foi preso por que disseram q ele fez. E no Brazil do Batman se o PIG quer, o PIG manda.
A indignação dos funcionais petistas é lançada contra a imprensa. Ou seja, se os bandidos mensaleiros foram condenados, é por que a “imprensa quis”. Claro que eles vão ignorar o enorme amontoado de evidências contra os mensaleiros. Eles sempre afirmarão: “somos inocentes”. Aliás, alguém já viu algum petista reconhecer suas culpas? Você nunca viu, e jamais verá.
E o texto Preto, pobre, prostituta e petista, de Eduardo Guimarães, que já foi refutado ontem por aqui, traz mais confissões de esquerdistas fundamentalistas na caixa de comentários. Como Guimarães é um dos líderes dos projetos de censura à mídia do governo, parece que lá os leitores se revelam ainda mais. Vejam este aqui:
Enquanto isto a famiglia Marinho, que sonegou bilhões está soltinho e conversando animadamente com o Joaquim Barbosa, o que comprou um apartamento luxuoso (em Miami) com as suas módicas economias!
Aqui é o de sempre, com o jogo da ausência deliberada de senso de proporções. Enquanto líderes petistas são condenados pelo maior caso de corrupção da história da república, envolvendo compra de votos e uso da máquina do estado nesse sentido, ele quer comparar esse caso com o não pagamento de impostos (já quitados, diga-se) por parte da Globo, e a compra de um apartamento em Miami por Joaquim Barbosa, em uma ação totalmente legal. É como um sujeito que, para se defender da acusação de que ele matou 3 pessoas com uma serra elétrica, diz “por que você não prende ele ali, que peidou no elevador?”. Eles seriam cômicos não fossem tão totalitários.
Vejam esse outro:
Estamos triste, muito triste, perdemos uma grande batalha, sofremos uma grande derrota. Mas, só foi uma batalha. A próxima será em outubro de 2014, esta será uma das mais importantes, poderemos virar o jogo, poderemos alterar a correlação de fôrças do país, poderemos abrir caminho para as grandes reformas. Esta batalha não poderemos perder, temos que reeleger Dilma, temos que eleger governadores em importantes Estados, temos que aumentar o número de Deputados e Senadores, isso depende de cada um de nós. Sem governadores de estados importantes, sem aumentarmos o número de deputados e senadores, não iremos a lugar algum, continuaremos a sofrer derrotas. Muitos culpam o PT por essa derrota, que inocência. Na democracia quem manda é o parlamento, São as Assembléias Estaduais, é a Câmara de Deputados, é o Senado. Quantos Deputados Estaduais o PT tem?? Quantos Deputados Federais???? Quantos Senadores??? Fora o PT, o PCdoB e alguns parlamentares de outro partido, com quem podemos contar??? 2014 será a grande batalha, esta não podemos perder, dela depende várias outras. As grandes reformas dependem dela. Se não vencermos 2014, não haverá reforma política, não haverá reforma dos meios de comunicação, não haverá nada. Portanto, mãos à obra, comecemos a construir a vitória de 2014.
Aqui parece que o comentarista resolveu confirmar tudo o que eu tenho afirmado sobre o esquerdismo: não passa de um meio para inchar o estado e aproveitar o poder a partir de dentro deste estado inchado. Vejam a obsessão por manutenção por poder deste funcional acima. Na ótica dele, os líderes petistas não teriam sido condenados se eles controlassem o parlamento de maneira absoluta. Outra prioridade dele é a “reforma política” e a “reforma dos meios de comunicação”. Sem estas reformas, na confissão dele próprio, “não haverá nada”. Para bom investigador, tão poucas palavras são suficientes para construirmos o caso mostrando que os militantes petistas entendem a lei de mídia que tanto defendem como forma de consolidar poder e garantir impunidade absoluta aos seus machos-alfa que estão no topo.
Mais um:
Bernardo, amigão da Globo e inimigo dos blogs sujos. Deu no que deu. É nisso que resulta cevar a serpente devoradora do PIG que os engolirá um após o outro. Não se tem mais o que fazer, a não ser assistir de braços cruzados o deboche, o esfregar das mãos com escárnio dos que depenaram a nação e entregaram o patrimônio das estatais nas mãos sequiosas de.estrangeiros e de maus brasileiros e se tornaram multimilionários mediante propinas. O crime compensa para os da Casa Grande. A época para a Lei dos Meios foi na vitória da Dilma mas, optaram por engordar a Globogolpe, a Veja Cachoeira e a Falha Tucana. No caso do “caneta” o PT odarelou de vez. Não custa indagar: quando os PTs irão para a cadeia, digo: os P’s de Privateiros e os T’s de Trensaleiros? Quando os apresentadores do JN rangerão os dentes e darão os costumeiros muxoxos de indignação contra os Darfeiros? E quando o procurador janota enquadrará os monstrinhos marinhos?
Aqui é o embaralhar e dar de novo de lançar a culpa na mídia, sem jamais reconhecer as evidências contra os mensaleiros, e colocar todas as esperanças em uma lei de mídia, com foco em silenciar a dissidência. Mais do mesmo.
Isto é o resultado da covardia do PT em enfrentar a mídia ….que inveja da Argentina…o governo do PT financia quem tenta derrubá-lo.
Tradução: “Kirchner controlou a mídia, e nós não, que fracasso!”. É o que estou dizendo: irritados eles se entregam. E, para deixar tudo ainda mais explícito, ele reclama por que o “PT financia quem tenta derrubá-lo”. O que ele quer dizer é que dinheiro de estatais, em anúncios, deve ir apenas para os órgãos governistas. Mais um que, sem querer, confessou que a lei de mídia que defendem tem caráter totalitário.
Outra confissão de um outro comentarista:
O PT vai pagar muito caro por ter se acovardado na questão da mídia. Vai ser estraçalhado em 2014, o que esta acontecendo agora é só o começo. Quem manda no Brasil é a Globo. Cade os parlamentares covardes do PT??? Bando de maricas.
Lei de mídia, lei de mídia, lei de mídia, lei de mídia… agora eles realmente vão ficar obcecados por isso. O mais importante é compreendermos o motivo de tanta obsessão. As confissões dos militantes petistas são a evidência de que todo o esforço de “luta por lei de mídia” não passa de uma forma de dar poder totalitário ao PT. Com uma lei de mídia, por exemplo, poderiam censurar as notícias do Mensalão, e não ter a opinião pública pedindo justiça. Eu não nasci ontem…
Daí, um comentarista mais lúcido disse: “Corrupção ativa, passiva, formação de quadrilha, desvio de verba pública, enfim..roubo…não tem nada a ver com controle remoto.”. Agora veja o que outro comentarista pró-PT argumentou: 
Se não houvesse a necessidade de usar o controle remoto que não funciona para mudar de canal, pois as programações são idênticas e com os mesmos viés, se se usasse a Ley de Medios, muitas das atitudes covardes e ilegais do STF não teriam ocorrido, pois as famiglias mafiosas do PIG não teriam como pressionar o STF (e o próprio Ministério Público) como pressionam atualmente. Então o controle remoto não tem mesmo o condão de evitar a “Corrupção ativa, passiva, formação de quadrilha, desvio de verba pública, enfim..roubo…” mas a Ley de Medios poderia ter o condão, de indiretamente, evitar que os bandidos togados, as famiglias do PIG e suas quadrilhas de Nosferatus Cerras, finados FHCs e Kassabes pudessem praticar atos ilegais sem serem molestados pelo Ministério Público e STF.
Tradução: “Com uma lei de mídia, não teremos notícias que atendam ao anseio de notícias do povo, e opiniões coadunadas com a vontade do povo poderão ser censuradas. Com isso, ninguém iria pedir prisão de mensaleiros. Tudo ficaria mais fácil para que, por baixo dos panos, conseguíssemos evitar a prisão dos líderes do PT. Mas, infelizmente, a imprensa não é nossa, e em todos os canais, e em todos os meios, existem notícias sobre o Mensalão. Não deu outra: a opinião pública pedindo justiça evitou que desta vez os bandidos do colarinho branco ficassem livres. Mas, se tivéssemos uma lei de mídia, poderíamos pressionar as empresas de mídia para publicar apenas aquilo que queremos. E aí, poderíamos continuar felizes pela impunidade de nossos líderes petistas”.
Não há como fugirem agora: mais de meia dúzia de petistas retintos, irritados e com testosterona em baixa pela derrota de seus machos-alfa que controlavam o estado, estão perdendo a cabeça e revelando o que não deviam revelar.
Eles confessam, textualmente, que querem uma lei de mídia para censurar as opiniões e notícias que não atendam os interesses do governo.
É por isso que opto por, ao invés de focar mais nas notícias do cotidiano, focar mais na dinâmica comportamental dos petralhas diante dos eventos do mundo. Me interessa saber como eles se comportam, quais os padrões de seu comportamento, que frames eles usam, quais os “cui bono?” que eles buscam.
Em fase de queda absoluta de testosterona por causa da prisão de mensaleiros, esta é uma das melhores épocas para coletar comportamentos deles nas redes sociais em relação a temas vitais para nós todos.
Se olharmos com mais cuidado, podemos compilar muito mais declarações deles confessando que todos os esforços para a tal “lei de mídia” não passam de uma luta por censurar aqueles que não chupam as bolas do governo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados