quinta-feira, 14 de novembro de 2013

BONITINHA MAS ORDINÁRIA.- De assaltante a anarquista e pantera dos Black Blocs.


Daniela Ferraz (foto: Letícia Moreira/Época) Ela tem o segundo grau completo, diz ser uma anarquista e está ligada à Defensoria Social, ONG que apoia os Black Blocs. Daniela Ferraz, paulista, criada no complexo de favelas do Capão Redondo, 31 anos, tem um filho que vive com o pai e já cumpriu cinco anos de prisão em razão de dois assaltos que cometeu, segundo ela, porque lhe faltaram alternativas, já que tinha um filho para criar e uma irmã criança que precisava de sua ajuda. Mas ela garante que nunca se envolveu em nenhum homicídio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados