sábado, 19 de outubro de 2013

São os 17 brasileiros que os EUA querem prender - entre eles Maluf e seu filho Flavio


São Paulo – Como deputado federal, Paulo Maluf (PP-SP) tem seu gabinete no Congresso com as regalias habituais que cabem aos políticos do país. Mas um privilégio comum a outros brasileiros, Maluf não tem: viajar ao exterior.
Dinheiro, claro, ele tem. Mas desde 2010, Maluf integra a lista vermelha da Organização Internacional de Polícia Criminal, mais conhecida como Interpol.
Junto com ele, outros 19 brasileiros suspeitos de cometeram diferentes crimes são procuradas pela justiça norte-americana para responder a processos por lá. 
legislação brasileira proíbe que essas pessoas sejam deportadas caso estejam em território nacional. Se encontradas no exterior, porém, podem ser presas e levadas aos Estados Unidos, que querem julgá-las.
Todos desta lista, portanto, não foram condenados até o momento pela justiça dos EUA.
A Interpol pede que, caso tenha informações sobre algum dos nomes, envie um email à agência.

Clique nas fotos para conferir os 17 brasileiros, incluindo Maluf e seu filho, que estão nesta situação. Três nomes foram excluídos por EXAME.com por terem mais de três nacionalidades ou por não estarem com fotos no site da Interpol.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados