quinta-feira, 19 de setembro de 2013

A verdade de Celso de Mello, por Aroldo Murá

 A jornalista Joice Hasselmann confirmou nesta manhã o que postei ontem no Facebook. Em toda sua carreira na magistratura, o Excelentíssimo ministro Celso de Mello recebeu apenas um disparo pesado sobre sua conduta e foi justamente do saudoso jurista Saulo Ramos, em seu livro (recomendo) “Código da Vida. Ramos, que ajudou a indicá-lo para o STF, o acusou de submeter suas decisões a interesses midiáticos, como se sua preocupação maior fosse o jornal do dia seguinte – e não a lei. E mais uma vez, Mello provou que o mestre estava certo. Um juiz de merda.

celso
O diálogo abaixo foi extraído do livro Código da Vida (Editora Planeta, 7ª Reimpressão, Tópico 85, Página 170), do jurista Saulo Ramos (falecido), entre o autor e o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal – STF, que nunca se pronunciou a respeito desse assunto.
“Apressou-se ele próprio a me telefonar, explicando:
- Doutor Saulo, o senhor deve ter estranhado o meu voto no caso do Presidente.
- Claro, o que deu em você?
- É que a Folha de São Paulo, na véspera da votação, noticiou a afirmação de que o Presidente Sarney tinha os votos certos dos ministros que enumerou e citou meu nome como um deles. Quando chegou minha vez de votar, o Presidente já estava vitorioso pelo número de votos a seu favor. Não precisava mais do meu. Votei contra para desmentir a Folha de São Paulo. Mas fique tranquilo. Se meu voto fosse decisivo, eu teria votado a favor do Presidente.
Não acreditei no que estava ouvindo. Recusei-me a engolir e perguntei:
- Espere um pouco. Deixe-me ver se compreendi bem. Você votou contra o Sarney porque a Folha de São Paulo noticiou que você votaria a favor?
- Sim.
- E se o Sarney já não houvesse ganhado, quando chegou sua vez de votar, você, nesse caso, votaria a favor dele?
- Exatamente. O senhor me entendeu?
- Entendi. Entendi que você é um juiz de merda!
Bati o telefone e nunca mais falei com ele”.

OBS.: Celso de Mello, promotor de justiça do Estado de São Paulo, foi nomeado ministro do STF pelo presidente da República José Sarney, por indicação do advogado Saulo Ramos , então ministro da Justiça.
Fonte: Blog da Joice/Imagem: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados