quinta-feira, 1 de março de 2012

TIRIRICA - Nós paulistanos merecemos isso? Por isso sou a favor da desobrigatoriedade do voto!

NÃO PODEMOS PERMITIR QUE PESSOAS DESPREPARADAS E QUE SOMENTE VOTAM POR OBRIGAÇÃO NOS IMPINJAM UMA PESSOA DESPREPARADA PRA DIRIGIR NOSSAS CIDADE.
SÃO PAULO É A MAIS IMPORTANTE CIDADE DE NOSSO PAÍS.
SÃO PAULO É O BERÇO DE PESSOAS SÉRIAS E TRABALHADORAS.
TEMOS GENTE COMPETENTE PRA DIRIGIR NOSSA CIDADE
NÃO PODEMOS ACEITAR MAIS CACARECOS! 
VAMOS LUTAR PELO FIM DO VOTO OBRIGATÓRIO!
Tiririca se intitula o ‘prefeito do povão’

Deputado mais votado do país já é saudado como “prefeito” nos corredores da Câmara; Jaqueline Roriz é uma das “eleitoras”

Saudado como “prefeito” por colegas de Câmara, o deputado Tiririca (PR-SP) já se coloca como uma realidade na disputa eleitoral de São Paulo. A depender do entusiasmo com que tem sido cumprimentado no plenário da Casa, o sucesso nas urnas obtido nas eleições de 2010 (1,3 milhão de votos, recorde histórico) já é considerado nos bastidores. Com direito a slogan adequado ao caráter popularesco da candidatura, possibilidade lançada nesta semana pelo PR.

“‘Prefeito do povão’. O slogan é esse mesmo”, entusiasmou-se Tiririca, depois de ser parado pela deputada Jaqueline Roriz (PMN-DF) com um tratamento peculiar. “Prefeito!”, disse a parlamentar, recentemente acusada de receber propina no esquema de corrupção no GDF desvendado pela Polícia Federal – fato que foi perdoado em plenário pelos pares, em 30 de agosto passado, em votação secreta sobre pedido de cassação de seu mandato.

Depois do cumprimento, Jaqueline recebeu um caloroso abraço do extra-oficial candidato Tiririca. Depois de alguns gracejos, o também humorista da TV Record passou a ser cumprimentado por assessores da deputada – foi quando um deles citou o slogan confirmado pelo parlamentar do PR – legenda que agora se porta como independente em relação ao governo Dilma Rousseff, tendo iniciado a legislatura como membro da base aliada com direito a ministério – Alfredo Nascimento (PR-AM) deixou a pasta em julho de 2011, em meio a acusações de corrupção.

Aproveitando a deixa, o Congresso em Foco conversou por alguns instantes com o deputado Tiririca, que disse não considerar impossível impor derrota a nomes como José Serra, pré-candidato do PSDB, e Fernando Haddad, o nome do PT para a corrida eleitoral. Afinal, lembra, recebeu 1,3 milhão de votos em outubro de 2010. Antes de adentrar o cafezinho do plenário, o parlamentar disse que a decisão não é dele.

“Vamos ver. O povo é que, na verdade, vai decidir isso. Mas, se acontecer [a indicação dele pelo PR], vamos bater de frente nisso aí”, disse Tiririca, confessando que a disputa, menos dois anos depois de ter sido eleito como o deputado mais votado da história, não estava em seus planos. Afinal, durante a campanha ele mesmo disse que ainda precisava aprender o que faz um deputado, para então informar aos seus eleitores. Com uma eventual empreitada para a Prefeitura de São Paulo, Tiririca ainda teria de aprender o que faz um prefeito, mesmo sem ter tido tempo suficiente para apredender o ofício parlamentar (“Ainda não tenho o que dizer ao povo”, admitiu o deputado na semana passada, depois de deixar o plenário).

“Como deputado, eu não queria isso, não. Mas, se ficar decidido, e o povo quiser… O povo é que vai dizer”, acrescentou, repetitivo e reticente, dizendo-se também “muito feliz” e prestigiado pela hipótese da candidatura.

4 comentários:

  1. Em se tratando de São Paulo, tudo é possível em matéria de votar em determinados candidatos. Já tivemos exemplos recentes, como as votações do 'Doutor Enéas' e recentemente no "Tiririca', além da eleição de outros cadidatos 'esquisitos'. No passado eles votaqram no Cacareco, um rinoceronte do Zoológico de São Paulo que ganhou cerca de 100 mil votos nas eleições de outubro de 1959 para vereador da cidade, época em que a eleição era realizada com cédulas de papel e os eleitores escreviam o nome de seu candidato de preferência.
    Diante disso, Tiririca é um grande adversário para José Serra e Haddad.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caranova diz que SP é a mais importante cidade do Brasil. Com todo respeito e, como paulistana, pergunto: não é uma aberração? Um País com mais de 5 mil cidades, não poderia, NUNCA, ter UMA ÚNICA CIDADE MAIS IMPORTANTE! O Tiririca é o melhor homem do mundo, pra ser prefeito de SP. Serra, Kassabi, Alkimin já mostraram toda sua capacidade de serem cruéis com brasileiros, que vivem em São Paulo: fecharam viadutos,(pra impedir que pobres miseráveis durmam neste tipo 5 estrelas!); fizeram os carésimos metrôs subterrâneos ( 1 MILHÃO de reais por centímetro construido!); expulsão de famílias de terrenos abandonados ( Pinheirinho e adjacentes!);sem contar os 30 dinheiros para amigos abrirem fábrica de waffer,que o governo de SP "compra" para a merenda das escolas estaduais! E por aí vai e, isso tudo, só por baixo. Todos eles e seus belos partidos governam faz 200 anos! E nossa SP é uma desgraça: Transporte público: ZERO! Saúde pública: ZERO! Segurança pública: ZERO. CORRUPÇÃO: nota MIL! Não é São Paulo que não merece Tiririca. Nós, Brasileiros é que não merecemos estes mafiosos profissionais dos pmbd,pps,ptb,ppp não sei o quê,sugando nossa Pátria, destruindo nossa soberania, matando nossa grandeza e orgulho, TODOS OS DIAS DE NOSSA EXISTÊNCIA!

      Sonia Frei, clarinetista

      Excluir
    2. Sonia
      São Paulo é a maior cidade do país e isso não é uma aberração, nem se pode mudar, os políticos, incluo ai o "capacitado" TIRIRICA, estão de olho em um orçamento que é o terceiro maior do país, depois do orçamento federal e o do paulista. Estes nomes que vc execrou eu tambem condeno, mas precisamos exigir que partidos e lideranças apresentem novos nomes, precisamos renovar, e não é o caso do Tiririca, que pode ser um bom homem mas é "incompetente", não tem conhecimento, é um semi-analfabeto. Que se eleito não resolverá os graves problemas de segurança, saúde e transporte que tanto nos afetam, elege-lo seria uma brincadeira de muito mal gosto e muito cara para os bolsos dos paulistanos, sem contar que teriamos que tolera-lo por quatro longos anos. Como já aconteceu com outros Cacarecos tipo Luiza Erundina, que foi eleita por voto de protesto e quase acabou com a cidade. O TIRIRICA VAI TRANSFORMAR A CIDADE DE SÃO PAULO EM UM CIRCO. SONIA NÃO BRINQUE DE VOTAR UTILIZE SEU VOTO COM SERIEDADE

      Excluir
  2. OLÁ LORD.

    TUDO, MENOS TIRIRICA, PT E AFINS.

    ABS DO BETOCRITICA

    ResponderExcluir

Anônimos não serão publicados