terça-feira, 1 de novembro de 2011

USP - Santuário da droga 3

USP desenvolve aparelho capaz de ‘farejar’ drogaProjeto foi batizado de ‘nariz eletrônico’ e poderá substituir os cães farejadores da polícia no futuro.
Tão eficiente quanto um cão farejador, mas com uma vantagem: ele não precisa de ração, água e muito menos descanso. É bem pequeno -- mede cerca de 10 centímetros -- e consegue detectar cocaína e maconha no ar.
O projeto, desenvolvido na USP (Universidade de São Paulo), foi batizado de ‘nariz eletrônico’ e poderá substituir os cães farejadores no futuro.
Todo o estudo foi feito pelo químico Matheus Manoel Teles de Menezes, do Departamento de Química da instituição.
“A técnica utilizada funciona como um ‘nariz eletrônico’, pois identifica as drogas pelo ar. Os métodos atuais necessitam da abertura e coleta de uma porção da droga. Mas, com a nova técnica, é possível encontrar a droga escondida num pacote, numa mala ou com a própria pessoa”, explicou.
O projeto, quando virar uma realidade, será bastante útil em batidas policiais, feitas nos lugares onde houve manuseio de maconha e cocaína.
Aposentadoria
“O equipamento poderia dispensar o uso do cão farejador, que fica vulnerável aos riscos do trabalho”, completou o especialista.
Se essa tecnologia virar realidade na polícia do Vale do Paraíba, será o fim dos cães em aeroportos e rodoviárias. Os farejadores voltarão para o canil.
Saiba como funciona o detector de drogas
O ‘nariz eletrônico’, desenvolvido no fim do ano passado pelo químico da USP (Universidade de São Paulo) Matheus Manoel Teles de Menezes, funciona da seguinte maneira: os sensores têm uma finíssima lâmina, recoberta por uma película de ouro, que funciona como eletrodo, onde o modificador químico (substância orgânica que captura as drogas de interesse) é depositado. O tal modificador químico reage com as moléculas da cocaína e da maconha. Depois de processo todo, um instrumento medidor de frequência aponta uma alteração no valor de frequência, fruto do contato das moléculas da maconha ou da cocaína com o modificador.

PRA QUE FAZER ISSO SE QUEREM LIBERARAÇÃO DE DROGA?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados