quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Mobilização popular contra a corrupção já começou

Mobilização já começou
Para quem é contrário às falcatruas praticadas por ministros e dirigentes de órgãos federais que vêm sendo divulgadas pela imprensa, ao lado de ações debochadas como a absolvição da deputada Jaqueline Roriz, flagrada recebendo propina de R$ 50 mil - quando ainda não era parlamentar, alegou em sua defesa -, pelo plenário da Câmara dos Deputados as manifestações do Dia da Independência contra a corrupção em vários pontos do Brasil são bastante animadoras. Se houve alguém sonhando com um milhão de pessoas, era realmente um sonho. O maior exemplo, de acordo com a Wikipédia, está na campanha "Diretas Já", que começou em 31 de março de 1983 com poucas pessoas, em Abreu e Lima, em Pernambuco, e com 5 mil participantes em Goiânia/GO, na Praça do Bandeirante, culminando, no dia 10 de abril de 1984, com um milhão na concentração na Igreja da Candelária, no Rio de Janeiro, até então a maior manifestação pública da história do Brasil, e, no dia 14 do mesmo mês, com 1 milhão e 500 pessoas numa passeata que saiu da Praça da Sé até o Vale do Anhangabaú, na capital de São Paulo, onde ocorreu um comício, superando a do Rio;

A maior característica das manifestações deste 7 de Setembro ficou por conta da desvinculação partidária e dos chamados 'movimentos sociais'. Em Brasília, por exemplo, enquanto dados oficiais constavam a presença de 40 mil assistentes no desfile comemorativo da Independência, com a presença da presidente Dilma Rousseff, quase 30 mil manifestantes contra a corrupção se concentravam nas proximidades protestando contra todo tipo de maracutaias que vêm sendo divulgadas quase que diariamente, nas quais o desvio de dinheiro público é o ponto principal. As manifestações de ontem apresentaram uma novidade, que foi a mobilização através da Internet nas redes sociais - Facebook e Twitter em destaque -, além dos milhares de pronunciamentos contra a corrupção e de apoio aos encontros feitos por internautas nas mesmas redes;

Outras convocações certamente vão acontecer e vão mexer com a cabeça dos políticos que se interessam em indicar dirigentes para órgãos do Governo Federal com grandes orçamentos, não para realizarem obras e serviços em favor da sociedade, mas para 'faturarem algum' por conta de superfaturamento pagos a empreiteiros que geralmente fazem doações para suas campanhas eleitorais. Pelo que se viu ontem, isso é apenas o começo. No próximo dia 20, na Cinelândia, no Rio de Janeiro, poderá acontecer uma grande manifestação, marcando de uma vez por todas a mobilização popular contra a corrupção que campeia no Poder Público, fazendo com que a presidente Dilma continue fazendo efetivamente uma verdadeira 'faxina', mandando para longe a 'herança maldita que Lula deixou para ela.
FONTE: http://pontoetvirgula.blogspot.com/2011/09/mobilizacao-popular-contra-corrupcao-ja.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados