segunda-feira, 6 de junho de 2011

Caso Palocci - Para Sarney, Palocci não foi antiético e fez o que "todos já fizeram"

ABrSarney elogiou Palocci e disse que a consultoria não é problema

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB), saiu em defesa nesta quarta-feira, dia 18, do ministro Antônio Palocci, e classificou a polêmica como “pessoal”. Ele disse que o petista não foi antiético na questão do aumento de patrimônio, atribuído à empresa do chefe da Casa Civil, a Projeto, e afirmou que “todos já fizeram” isso ao deixar o poder.

“Não há problema nenhum em ter exercido essas atividades (de consultorias). O ministro Palocci é um homem competente e não está fazendo nada mais do que os outros todos já fizeram quando deixaram funções públicas. A função pública desaparece, mas ele não deixa de ser o grande conhecedor da sua área”, justificou Sarney.

O senador afirmou que a passagem pelo Ministério da Fazenda, entre 2003 e 2006, garantiu a Palocci uma “soma de experiências” que ele depois, enquanto deputado, aplicou na iniciativa privada. “O ministro Palocci não fez mais do que isso. É um homem extremamente competente, é um grande expositor, adquiriu grande visibilidade e é convidado para fazer palestras, conferências, participar de seminários”, ponderou o peemedebista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados