quarta-feira, 25 de maio de 2011

Caso Palocci - No Senado, oposição pede sua saída

"Cabe ao ministro renunciar para evitar maiores danos ao governo ou cabe à
presidente cortar na carne", diz Jarbas Vasconcelos


O Globo:

BRASÍLIA - Enquanto a oposição se organiza para tentar criar uma CPI para
investigar suspeitas de tráfico de influência contra o chefe da Casa Civil,
Antonio Palocci, o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) usou ontem a tribuna
para defender sua saída do governo. Para o peemedebista, que faz oposição ao
Planalto, a permanência de Palocci aumenta o desgaste do Executivo. A oposição
começa a recolher hoje assinaturas para a CPI.

- A vida pública implica
sacrifícios, pelo menos era assim até um passado recente. Cabe ao ministro
renunciar ao cargo para evitar maiores danos ao governo, ou cabe à própria
presidente da República justificar sua fama de gerente intransigente, cortando
na carne ao afastar o principal auxiliar - disse Jarbas num plenário quase
vazio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados