quarta-feira, 6 de abril de 2011

Tiririca já paga resort com dinheiro público

BRASÍLIA - Com apenas dois meses de mandato como deputado, o palhaço Tiririca (PR-SP), eleito por São Paulo, já usou o dinheiro da Câmara num resort em Fortaleza (CE), capital de seu Estado natal, que fica a 3 mil quilômetros de sua base eleitoral. Ele apresentou à Câmara em março o pedido de reembolso de notas fiscais de R$ 660 de hospedagem e R$ 311 de alimentação no Porto d’ Aldeia Resort, hotel que fica em meio a dunas, com piscina e vista para o mar na capital cearense.

Estadão

O ato n.º 43 de 2009 da Câmara dos Deputados é claro sobre a utilização da cota parlamentar que cada deputado tem direito para efetuar despesas relacionadas com o desempenho do mandato. Por ser representante do eleitorado paulista, Tiririca recebe cerca de R$ 27 mil mensais de benefício, além do próprio salário. Segundo a norma interna, essa verba extra deve ser "destinada a custear gastos exclusivamente vinculados ao exercício da atividade parlamentar". O gerente do resort, Décio Girão, confirmou ao Estado a presença de Tiririca como hóspede há cerca de duas semanas. A diária do hotel custa, no mínimo, R$ 165 - a despesa com hospedagem ficou em R$ 660. Noticiário da imprensa local informou que, entre 19 e 21 de março, Tiririca esteve em Fortaleza para visitar parentes.

2 comentários:

  1. É um bom aluno ou vai ser um otimo professor!

    ResponderExcluir
  2. Nessa, Tiririca extrapolou. Hospedar-se em área turísrica não é atividade parlamentar. Ponto final. No entanto, dá até para se achar alguma justificativa na nomeação de dois humoristas para assessorá-lo, mesmo sem irem a Brasília. Afinal, para orientar um palhaço, nada melhor dos que humoristas.
    Os demais palhaços (nós) ficam assistindo o resultado do que fizeram 1 milhão e meio de "humoristas" (eleitores) paulistas.

    ResponderExcluir

Anônimos não serão publicados