sábado, 23 de outubro de 2010

PF nega pedido e mantém depoimento de Erenice Guerra

A Polícia Federal rejeitou o pedido do advogado da ex-ministra Erenice Guerra, para adiar o depoimento dela no inquérito que investiga tráfico de influência na Casa Civil.

A defesa queria que Erenice só fosse chamada para depor quando, segundo os advogados, houvessem provas contra ela. Mas o delegado manteve o depoimento para segunda-feira. Até agora, 21 pessoas já foram ouvidas sobre o caso.
Band News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados