sábado, 23 de outubro de 2010

Lula diminui o tom, mas ainda vê 'armação' de Serra em tumulto no Rio

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva procurou neste sábado, 23, diminuir o tom das acusações contra o presidenciável José Serra (PSDB) sobre a suposta agressão sofrida pelo tucano no Rio de Janeiro na última quarta-feira, 20. O presidente, no entanto, manteve sua opinião de que o episódio não passou de 'armação' de Serra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados