domingo, 24 de outubro de 2010

Lula conhece bem sua tropa de choque!

Agressores de Serra são amigos do Lula

Lula cus cumpanhero agressores de Serra (o da direita é Sandro Mata Mosquito)

 Desde o tumulto durante a caminhada do presidenciável José Serra no Rio, um assunto mobilizou jornais, revistas, a Internet, as redes sociais, o escambau: qual a natureza do objeto que atingiu a cabeça do tucano? Tudo porque uma edição suspeita das imagens do barraco, feita pelo SBT, buscava provar que o candidato forjara a razão pela qual teria ido ao médico finda a batalha, já que não teria sido atingido por uma bobina (rolo) de fita crepe (ou de adesivos) mas sim por uma bolinha de papel.

Denunciei a edição de má-fé do SBT aqui no blog, antes do Jornal Nacional fazê-lo, porque já tinha visto várias imagens do tumulto e observado que a cena, onde o candidato é atingido por uma bolinha de papel (pelo que parece) não era a mesma onde ele surge protegendo a cabeça com as mãos. Na verdade, no meio da pancadaria, vários objetos foram lançados contra o candidato e sua comitiva, incluindo bolinhas de papel, paus e pedras, além da famosa bobina de fita crepe. A repórter da Globo, Mariana Gross, inclusive, levou uma pedrada. Que não tenha havido mais feridos deve-se a ajuda divina.

E aí entramos no X da questão, que já havia comentado antes, mas nunca é demais repetir: mesmo se não tivessem sido lançados objetos contra Serra e seus aliados, o tumulto causado pelos petistas seria violento de qualquer forma. A tropa de choque petralha foi à caminhada do adversário com a clara intenção de impedir que ela acontecesse, o que é uma violência em si mesma, já que Serra tem todo o direito de fazer campanha sem ser molestado ou agredido nem verbal muito menos fisicamente.

Lula, canalhamente, como lhe é de costume, tentou desviar a atenção das ações de sua milícia para a questão bizantina sobre a natureza do artefato, acusando Serra de ter armado uma farsa, pois bolinha de papel não fere ninguém (relativo, né?, porque se bater no olho da pessoa pode sim machucar). A questão principal, que foi a organização do tumulto para impedir a caminhada, ficou de lado e, até agora, inclusive, os programas da candidata de Lula continuam batendo na tecla da farsa, embora as declarações de Lula e dela própria tenham pegado bem mal.

Agora, para emporcalhar ainda mais as já muito sujas falas e atitudes desse senhor, que ocupa a Presidência sem merecê-la, eis que aparece foto dele abraçado com os meliantes do PT que lideraram a baixaria contra Serra (foto no início do post). Um deles foi identificado como Sandro Mata Mosquito, deputado estadual pelo PT não-eleito; o outro, não consegui encontrar identificação. Agora vejam abaixo os amigos do Lula em ação no dia 20. Quem trouxe a notícia à baila foi o blogueiro.

Do blogs

- Contra o Coro dos Contentes

- pedrodaveiga.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados