sábado, 16 de outubro de 2010

Dilma sempre bem apoiada - Agora é Renan Calheiros que esta preocupado com sua campanha

Renan Calheiros diz que campanha de Dilma precisa sair do “piloto automático”

Reeleito para mais um mandato como senador por Alagoas, Renan Calheiros (PMDB-AL) afirmou nesta quarta-feira (6) que a campanha da candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, precisa sair do “piloto automático” no segundo turno.

A petista venceu a primeira etapa da disputa, mas não conseguiu a maioria dos votos válidos, o que teria garantido sua eleição já no último domingo (3).

- A Dilma cresceu rápido demais e a campanha entrou no piloto automático. Precisamos desligar e colocar a campanha na rua.

Um dos nomes mais importantes do principal partido aliado do PT nestas eleições, o senador evitou dizer que o segundo turno será bom para o PMDB por fazer com que o partido ganhe mais força na aliança e mais espaço em um eventual governo de Dilma. Ele afirmou, entretanto, que com a segunda etapa da votação, "muitas coisas vão ficar mais claras".

De acordo com Renan, o tucano José Serra leva desvantagem na disputa do segundo turno e não é competitivo eleitoralmente. Ele disse que, se não fosse pela candidata do PV, Marina Silva, a eleição teria sido decidida na primeira etapa.

- O país assimilou a necessidade de continuidade do projeto de Lula. O Serra não agregou votos. O crescimento da Marina foi por impossibilidade do crescimento do Serra.

O PMDB realiza hoje, em um hotel de Brasília, um encontro com suas principais lideranças para discutir a campanha do segundo turno. Participam da reunião governadores e parlamentares da legenda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados