quinta-feira, 10 de junho de 2010

Lula se contradiz ao falar do suposto dossiê


O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se irritou na última terça-feira (8) ao ser questionado sobre o suposto dossiê preparado pelos petistas, mirando atingir o ex-governador de São Paulo, José Serra (PSDB) e sua filha Verônica.
Pura Política
Segundo Lula isso tudo não passa de uma armação, que provocou o afastamento de petistas na campanha da pré-candidata à presidência da Republica, Dilma Rousseff. Com todo o respeito que tenho a vocês (jornalistas) e a mim mesmo, há assuntos mais sérios para se discutir do que o dossiê do PSDB. Já que esse caso é tão absurdo que se fosse lido em trinta segundos, daria para ver que é não passa de uma armação, afirmou Lula na coletiva de imprensa da inauguração do Banco de Sangue de Cordão Umbilical e Placentário do Ceará.

Porém, se contradiz ao falar que não havia lido o dossiê, apenas leu matérias relacionadas ao mesmo, afirmando que sua única preocupação é governar o Brasil até o dia 31 de dezembro de 2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados