quarta-feira, 9 de junho de 2010

Israel ameniza bloqueio e permite entrada de alguns itens em Gaza


Após sofrer intensas críticas da comunidade internacional, Israel decidiu amenizar o bloqueio à faixa de Gaza e irá permitir a entrada de bebidas e alimentos, anunciaram autoridades palestinas. O apelo pela suspensão da medida teve início após o ataque do Exército de Israel a uma frota humanitária que seguia para Gaza, que deixou nove mortos.
Folha e Agências Internacionais
No entanto, fontes do governo de Israel disseram que a decisão --anunciada horas antes do encontro entre o presidente americano, Barack Obama, e o líder da ANP (Autoridade Nacional Palestina), Mahmoud Abbas, em Washington, não teve relação com o ataque ao comboio.

Autoridades palestinas, baseadas na Cisjordânia, disseram que a partir da próxima semana, Israel deverá permitir a entrada na faixa de Gaza de alguns tipos de alimentos que antes eram vetados.

"Pela primeira vez nos últimos três anos, Israel decidiu aumentar a quantidade de produtos na faixa e permitirá, nesta semana, a entrada de sucos, frutas em conserva, biscoitos, aperitivos e batatas fritas", disse Raed Fatuh, do Ministério da Economia do Executivo do Hamas na faixa de Gaza

"Eles enviarão o primeiro carregamento. Estamos aguardando", disse o ministro palestino da Economia, Hassan Abu Libdeh, em Ramallah. "Estamos aguardando o fim desse injusto bloqueio".

Israel diz que o bloqueio em Gaza é "necessário" para deter o fornecimento de armas ao grupo radical islâmico Hamas, que dominam Gaza e se opõe aos esforços de paz de Abbas.

Raed Fattouh, chefe do comitê palestino que coordena a entrada de produtos vindos de Israel para a faixa de Gaza, disse que não ficou claro se o Hamas permitirá a entrada dos itens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados