terça-feira, 1 de junho de 2010

Bastardos Inglórios



Quase ninguém é imbecil o suficiente para negar a existência do Holocausto. Claro que há as exceções, tipo osAhmadinejad da vida. No entanto, é impressionante como alguns sobreviventes do Holocausto que foram fundar o Estado de Israel aprenderam direitinho com seus algozes nazi. Aplicam aos palestinos a mesma política, com a mesma brutalidade.

Quem quiser entender um pouco a índole vingativa do sionismo, sugiro que assista o filme
Bastardos Inglórios. Já existe em DVD e Blu-Ray oficiais. Ontem mesmo eu comprei um DVD simples do filme, mas já tinha visto o filme no cinema. Observe o pensamento dos tais Bastardos que protagonizam o filme, e terá a noção exata do que é o sionismo. Apenas substitua os nazis pelos palestinos.

O sionismo também é responsável por censuras as mais insensatas. O cineasta
Mel Gibson penou para arrumar uma distribuidora para seu filme A Paixão de Cristo. Isso porque a maioria das distribuidoras (Warner, Paramount, Universal, Columbia, etc) possuem sionistas entre os acionistas, e estes vetaram veementemente a distribuição do filme que julgam antissemita. Uma bobagem daquelas. Gibson só conseguiu a distribuição da Fox, totalmente controlada por Rupert Murdoch, que não é judeu, como bem sabemos.
Mais sobre o assunto em
Xeque à ONU.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados