quinta-feira, 13 de maio de 2010

Vaccarezza: o enforcador-geral da Câmara


"Passada a Copa do Mundo, outubro trará, mais que outro feriadão para suas excelências enforcarem, a chance de deixar certas senhoras e senhores descansar por muito mais tempo. Longe de mandatos públicos"
Heitor Diniz - Publicado no Congresso em Foco
O deputado federal Cândido Vaccarezza (PT-SP) é torcedor do Palmeiras. No entanto, nestes meados de um 2010 um tanto quanto light (não para o Porco), ele resolveu se esquecer do Palestra (que se deu mal na Copa do Brasil), da Itália (aquela danada que está nos nossos calcanhares, querendo igualar nosso penta), e já não pensa em outra coisa a não ser em Copa do Mundo.
Para Vaccarezza, não basta apenas curtir os jogos do Brasil, que serão sete, se chegarmos à grande final. Ao que tudo indica, ele quer mesmo é acompanhar todas as 64 partidas, com direito aos comentários, mesas-redondas, análises, debates, resenhas, álbum de figurinhas etc.
Não por acaso, o líder do governo na Câmara veio a público na última segunda-feira para pedir e defender o recesso branco a partir de 10 de junho, véspera das primeiras partidas do Mundial, a saber: África do Sul X México e Uruguai X França.
Disse Vaccarezza: “Temos a Copa do Mundo. Ninguém vai fazer com que os deputados venham aqui [na Câmara]. Vou tentar um acordo para votarmos a LDO até 10 de junho. Depois, vamos funcionar por esforço concentrado. Temos três ou quatro semanas até lá”.
A proposta não repercutiu bem com o presidente da Casa, deputado Michel Temer (PMDB-SP), que disse compreender as razões de Vaccarezza, ao mesmo tempo em que considera a iniciativa algo difícil de se explicar para a população.
Mais um motivo pra castrar o porco em outubro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados