terça-feira, 18 de maio de 2010

Simon rebate Jucá: "Ficha Limpa deve ser de interesse do governo"

Senador diz que governo deve desistir de barganhar urgência do pré-sal com a aprovação do Ficha Limpa (Foto: Márcia Kalume/Agência Senado)


A declaração do líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR) de que o projeto Ficha Limpa "é de interesse só da sociedade, não do governo", foi considerada "extremamente infeliz", hoje, pelo senador também peemedebista Pedro Simon (RS).

Em discurso no Senado, Simon lembrou que os líderes dos maiores partidos são favoráveis e o presidente da instituição José Sarney "também anunciou disposição de votar rápido".

- Quais são os interesses do governo, se não são os da sociedade? - questionou Pedro Simon, que insistiu na tramitação rápida do projeto, pois considera que "o prestígio do Senado está em jogo perante a opinião pública".


O senador acredita que o governo deve desistir de "barganhar" a urgência dos projetos do pré-sal com a aprovação do projeto "Ficha Limpa".

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Demóstenes Torres, avocou para si a relatoria do projeto e anunciou que vai colocar o texto em votação na próxima quarta-feira, dia 19 de maio.

Para Simon, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva terá tempo de sancionar a lei até 5 de junho, prazo final para que possa ser aplicada ainda nas eleições deste ano.

Um comentário:

Anônimos não serão publicados