sábado, 1 de maio de 2010

Mais um projeto para esfolar o trabalhador


No mês em que comemora o seu dia (1º de maio), o trabalhador pode receber um presente de grego graças ao PT. Projeto do senador Paulo Paim (ai na foto) PT-RS em tramitação na Câmara dos Deputados obriga os trabalhadores da iniciativa privada e os servidores federais, estaduais, municipais e do Distrito Federal a pagarem uma contribuição assistencial aos sindicatos.
Segundo o texto, a contribuição de 1% do salário bruto anual dos empregados e do vencimento básico de cada servidor será descontada compulsoriamente de todos os trabalhadores, sindicalizados ou não. O suposto objetivo do novo tributo é financiar as negociações e outras atividades sindicais. Os sindicatos já contam hoje com o imposto sindical, previsto pela Constituição Federal. O impacto financeiro da nova contribuição é bilionário.
*Por favor, observem em suas cidades o nepotismo existente nos sindicatos. São raros os sindicalistas que não visam os próprios interesses. Famílias se adonam dos sindicatos,pois a mesa é farta,alimentada pelo suor do nosso trabalho.Já basta o imposto sindical que nos é empurrado goela abaixo. Mas o PT usa os sindicatos como massa de manobra para seus intentos.Por isso tem enorme interesse em fortalecê-los financeiramente.
Fonte: www.malditodesbocado.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados