quarta-feira, 12 de maio de 2010

Ficha Limpa - Não vamos votar sob pressão, diz Senador Romero Jucá (PMDB)


O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), reagiu nesta quarta-feira (12) ao que chamou de pressão para uma votação rápida do projeto Ficha Limpa, que visa proibir a candidatura de políticos condenados na justiça em decisões colegiadas em processos não concluídos. O projeto teve sua conclusão na Câmara nessa terça-feira (11).
Extraído de: G1 - Globo.com

Esta é a ficha do Romero Jucá no www.excelencias. org.br:
STF Inquérito Nº2663/2007 - Captação ilícita de votos e corrupção eleitoral.
STF Inquérito Nº2116/2004 - Desvio de verbas públicas praticado por prefeito.
Explicado o porque?

Um comentário:

  1. Sou eletrotécnico. Já trabalhei em planta petroquímica, onde o risco é muito maior do que em indústrias tradicionais. Não pode haver erros. Trabalha-se sempre sob extrema pressão. Alguém sendo eletrocutado ou havendo um princípio de incêndio por curto circuito ou superaquecimento; a resposta deve ser imediata.

    Um policial, enfrentando bandidos que não se importam nem com a própria vida, e que estão equipados com armamentos superiores em poder de fogo e modernidade, ainda assim, arrisca sua vida, sob extrema pressão, para salvar as nossas vidas e a de nossos semelhantes.

    Um bombeiro, muitas vezes desprovido de equipamentos adequados, defeituosos ou gastos (como em Novo Hamburgo onde tem quase R$ 2 milhões que nós contribuintes pagamos sob a rubrica Taxa de Prevenção de Incêndios, em 2009, mas que o prefeito, do PT, não liberou um centavo sequer até agora – para prejudicar a governabilidade da Sra. Yeda), arriscando sua vida para proteger o patrimônio e a existência de outros seres, trabalha sob enorme pressão.

    Um médico, exercendo uma cirurgia de risco, percebendo que o paciente está com seus sinais vitais instáveis, precisa agir correta e rapidamente para que a vida não se esvaia. Trabalhando sob extrema pressão.

    Um motorista profissional (na verdade acontece com quase todos os motoristas), percebendo que um pedestre atravessa a rua descuidadamente, faz de tudo para não colidir com outros veículos que estão em suas cercanias, às vezes acaba batendo em postes, árvores ou outros veículos, para evitar o atropelamento. Trabalha diariamente sob extrema pressão.

    Dezenas, centenas, talvez milhares de exemplos possam ser enumerados, de atividades exercidas sob pressão.

    Com mais um detalhe em comum: todos esses profissionais, que trabalham sob constante pressão (desculpem tanta repetição de uma expressão), são os que pagam os salários e uma infinidade de benesses a esses senhores que estão sentindo-se pressionados.

    Se alguém roubar um alimento para sua família e for flagrado, será preso. Após sua libertação dificilmente conseguirá emprego devido a esse estigma de ex-presidiário.

    E Vossa Excelência (por que chamar com tal título uma pessoa que se locupleta, em detrimento de milhões de brasileiros) não quer ser pressionado?

    Falta vergonha na cara dessa gente. Passou da hora de se dar um basta para tanta sem-vergonhice, tanto dinheiro sendo acondicionado em meias, cuecas e outros locais criativos.

    Que se expurguem em definitivo esses representantes de si próprio, de seus parentes e amigos. Que não respeitam o suor, o sacrifício, a falta de dignidade em que vive a maioria da população brasileira.

    Temos que extirpar esse câncer chamado corrupção, com extrema urgência, antes que o paciente chamado Brasil sucumba, caia e não mais se levante.

    ResponderExcluir

Anônimos não serão publicados