quarta-feira, 14 de abril de 2010

Governo deve vetar reajuste superior a 7% para aposentados

Votamos no Lula e deu no que deu. "Para aposentados nada"

Líder do governo na Câmara e relator da Medida Provisória 457/09 (que reajusta as aposentadorias acima de um salário mínimo), Cândido Vaccarezza (PT-SP) avalia que o presidente Lula deve vetar qualquer aumento superior a 7%. “Não tirei esse número da cartola. Foram muitos cálculos, muitas reuniões para chegar aos 7%”, afirmou.

A ideia é compartilhada pelo ministro do Planejamento, Paulo Bernado. “Acho que o presidente vai vetar, mas não posso falar por ele. Nosso compromisso foi feito. Estamos dando um reajuste acima da inflação”, afirmou o ministro à Agência Brasil.

Vaccarezza vem se reunindo com líderes para aumentar o reajuste de 6,14%, como inicialmente previsto na MP, para 7%. Para ele, se fizer um “trabalho sério”, o Senado verá que “não existem condições para um aumento maior do que 7%”. A matéria deve ser analisada no plenário da Câmara apenas em maio.

Para o petista, o governo não endossa a posição dos líderes do Senado, que defendem reajuste de 7,7%. “O Planalto desconhece um acordo que teria sido feito entre lideranças do Senado e associações de aposentados. O Planalto desconhece qualquer acordo nesse sentido.”

Defensor de um acordo entre as Casas, o deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho da Força Sindical, afirma que se o acordo for feito apenas na Câmara, o Senado aumentará o reajuste. “E esse valor volta para cá, e eu tenho certeza de que a Câmara vai aprovar o valor aprovado no Senado.”

Congresso em Foco - Rodolfo Torres

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados