quarta-feira, 7 de abril de 2010

Câmara se cala diante do projeto ficha limpa

Dos 513 deputados, apenas 77 responderam à pesquisa sobre a proposta, o que revela a falta de vontade política com a ideia que moraliza o Legislativo

Valter Campanato/ABr
Às vésperas da votação, deputados que são contra o projeto ficha limpa, com exceção de José Genoino, preferem se esconder

Renata Camargo - Congresso em Foco

Às vésperas da votação do Projeto Ficha Limpa – que está pautado para ser apreciado amanhã (7) no plenário da Câmara –, o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) divulga um levantamento que revela a falta de vontade política do Congresso diante da proposta de tornar inelegíveis candidatos com processos na Justiça. Dos 513 deputados questionados sobre sua posição em relação ao ficha limpa, 436 (85%) ignoraram a pesquisa e apenas 77 (15%) responderam ao levantamento. A pesquisa indica a dificuldade que o Congresso terá para alcançar a maioria absoluta (257 deputados) necessária para aprovar a proposta. Dos que não se silenciaram, 73 se declararam apoio ao projeto. Nesses, estão incluídos 22 parlamentares que subscreveram o projeto do ficha. Os outros quatro deputados que responderam ao levantamento se posicionaram como indecisos. Nenhum deputado contrário à proposta respondeu à pesquisa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados