sábado, 13 de março de 2010

Políticos de ''ficha suja'' lideram páreo na Paraíba

Cunha Lima, cassado pelo STF, e Efraim, sob investigação por fraude, saem na frente na disputa pelo Senado
Adelson Barbosa dos Santos - Estado de S. Paulo
A disputa das vagas de senador pela Paraíba é liderada por dois políticos considerados "ficha-suja": o ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) e seu aliado, o senador Efraim Morais (DEM). Segundo pesquisa de intenção de voto contratada pelo jornal Correio da Paraíba ao Instituto Consult, do Rio Grande do Norte, Cunha Lima tem 38,7%, das intenções de voto para senador, seguido de Efraim Morais, com 17,45%. A pesquisa foi divulgada na última quinta-feira. Em terceiro lugar, está o prefeito de Campina Grande (a segunda maior cidade do Estado), Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), com 11,80%.
Cunha Lima foi cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) da Paraíba em julho de 2007 e teve a cassação confirmada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em fevereiro de 2009 por corrupção eleitoral.
Ele foi acusado pelo Ministério Público Eleitoral de ter distribuído - em troca de votos - R$ 3,5 milhões em cheques de R$ 150 e R$ 200 para eleitores carentes em pleno ano eleitoral de 2006, por intermédio da Fundação de Ação Comunitária do governo da Paraíba.
Efraim esteve envolvido em vários escândalos como primeiro-secretário do Senado. Ele está sendo investigado no Supremo Tribunal Federal (STF) por desvio de recursos públicos e fraudes em licitações.
A Procuradoria-Geral da República aponta indícios de que Efraim teria repassado dinheiro do Senado para empresas de comunicação da Paraíba, sem licitação, para receber em troca a publicação de notícias favoráveis a ele, inclusive sobre sua vida socia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados