quarta-feira, 10 de março de 2010

Lula compara preso político de Cuba aos bandidos de SP

da Folha Online
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu respeito às decisões do governo de Cuba e condenou o uso da greve de fome por dissidentes como instrumento para que eles sejam soltos, comparando-os a criminosos comuns durante entrevista à agência Associated Press.
"Temos de respeitar a determinação da Justiça e do governo cubanos. A greve de fome não pode ser um pretexto de direitos humanos para liberar as pessoas. Imagine se todos os bandidos presos em São Paulo entrarem em greve de fome e pedirem liberdade", afirmou.
Palavras de um ex-preso político

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados