sábado, 13 de março de 2010

Governo Lula quer que o Brasil trate a ditadura cubana com discrição por que?
Lula e seus asseclas são tietes dos irmãos Castro?
Brasil não é ONG para se relacionar com dissidentes, diz assessor de Lula
Marco Aurélio Garcia afirmou que questão de direitos humanos em Cuba deve ser tratada com 'discrição'.
BBC Brasil em São Paulo
O assessor especial da Presidência da República para Assuntos Internacionais, Marco Aurélio Garcia, afirmou nesta sexta-feira que "o governo brasileiro não é uma ONG" para se relacionar com os dissidentes do regime cubano.
As declarações foram feitas durante uma coletiva em São Paulo, como uma resposta a questionamentos sobre os motivos que levaram o presidente Luiz Inácio Lula da Silva a não abordar publicamente a questão dos direitos humanos durante sua visita a Cuba, no último dia 24 de fevereiro.
"Nós nos relacionamos com o governo de Cuba, com o governo da Colômbia... não nos relacionamos com dissidentes nem em Cuba nem em outros lugares", disse.
"O governo brasileiro não é uma ONG, encara a questão de maneira responsável, e essa forma de tratamento tem ônus e tem bônus".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados