segunda-feira, 8 de março de 2010

Filho de Sarney movimentou R$ 1 milhão a partir de paraíso fiscal


Folha
Fernando Sarney, filho do presidente do Senado, José Sarney, movimento R$ 1 milhão em contas no exterior, segundo reportagem deste domingo na Folha de S. Paulo. A movimentação foi confirmada
pelo governo da China, segundo o jornal: o valor teria sido enviado a uma conta do HSBC em Qingdao, na China, por meio de um paraíso fiscal. De acordo com a Folha, o valor não teria sido declarado à Receita Federal, o que poderia indicar que o dinheiro provém de atividades supostamente ilícitas da família Sarney. O advogado de Fernando Sarney, Eduardo Ferrão, afirmou que o processo contra seu cliente corre em secredo de justiça e que, portanto, não poderia se manifestar de forma específica sobre o caso: "A denúncia não tem a menor procedência, mas quando a privacidade das pessoas começa a ser exposta dessa forma, prefiro não me manifestar. Afirmo categoricamente que não procede a acusação", afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados