quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

O que nos aguarda em 2010 por Carlos Vereza

*Carlos Vereza
Não é necessário ser profeta para revelar antecipadamente o que será o ano eleitoral de 2010.

Ou existe alguém com tamanha ingenuidade para acreditar que o “fascismo galopante” que aparelhou o estado brasileiro, vá, pacificamente, entregar a um outro presidente, que não seja do esquema lulista, os cargos, as benesses, os fundos de pensão, o nepotismo, enfim, a mais deslavada corrupção jamais vista no Brasil?

Lula, já declarou, que (sic) “2010 vai pegar fogo!”. Entenda-se por mais esta delicadeza gramatical, golpes abaixo da cintura: Dossiês falsos, PCC “em rebelião”, MST convulsionando o país… Que a lei de Godwin me perdoe - mas assistiremos em versão tupiniquim, a Kristallnacht, A Noite dos Cristais que marcou em 1938 o trágico início do nazismo na Alemanha.

E os “judeus” serão todos os democratas, os meios de comunicação não cooptados (verificar mais uma tentativa de cercear a liberdade de expressão no país: em texto aprovado pelo diretório nacional do PT, é proposto o controle público dos meios de comunicação e mecanismos de sanção à imprensa). Tudo isso para a perpetuação no poder de um partido que traiu um discurso de ética e moralidade ao longo de mais de 25 anos e, gradativamente, impõe ao país um assustador viés autoritário. Não se surpreendam: Há todo um lobby nacional e internacional visando a manutenção de Lula no poder.

Prêmios, como por exemplo, o Chatham House, em Londres, que contou com “patrocínios” de estatais como Petrobras, BNDS e Banco do Brasil, sem, até agora, uma explicação convincente por parte dos “patrocinadores”; matérias em revistas estrangeiras, enaltecendo o “mantenedor da estabilidade na América Latina”. Ou seja: a montagem virtual de um grande estadista…

Na verdade, Lula, é o übermensch dos especuladores que lucram como “nunca na história deste país”.

Sendo assim, quem, em perfeito juízo, pode supor que este ególatra passará, democraticamente, a faixa presidencial para, por exemplo, José Serra, ou mesmo Aécio Neves?

Pelo que já vimos de “inaugurações” de obras que sequer foram iniciadas, de desrespeito às leis eleitorais, do boicote às CPIs, como o da Petrobras, do MST e tantos outros “deslizes”, temos o suficiente para imaginar o que será a “disputa” eleitoral em 2010.

Confiram.

Um comentário:

  1. O povo brasileiro está frito nessa eleição, se correr o bicho pega(Serra), se ficar o bicho come(Dilma). Na minha opinião tanto Dilma como o Serra, são farinha do mesmo saco.
    O PSDB, quando no poder agiu como o PT está agindo, simplesmente porque o PT é uma cópia do PSDB em tudo. Quem não se lembra do rolo compressor que o FHC tinha na Câmara, que não permitia criação de CPIs e só deixava ser aprovado projetos de interesse do seu governo, como o PT é a cópia do PSDB, na forma de governar, está fazendo o mesmo, ou você acha que é diferente?
    Agora eu vou falar como aposentado que recebe acima de um salário mínimo. No governo do FHC, ele criou o famigerado Fator previdenciário, que tira 30% a 40% do salário do trabalhador no ato da aposentadoria. O Lula, na oposição criticou tanto a criação do fator previdenciário e foi para televisão no programa do Sílvio Santos e prometeu recuperar as aposentadorias e acabar com o Fator Previdenciário e o que ele fez ao chegar no poder, fez pior do que o seu antecessor ou seja, criou uma política perversa de reajuste para as aposentadorias e pensões de quem ganha acima de um salário mínimo e com isso, milhares de aposentados e pensionistas que ganham acima de um salário mínimo, caiem para a faixa de um salário mínimo, como aconteceu agora em janeiro com o reajuste que ele deu aos aposentados que caíram mais de 255 mil aposentados e pensionistas para um salário mínimo.
    Se depender de nós aposentados e pensionistas que recebem acima de um salário mínimo, nem Dilma e nem Serra serão eleitos. Eu falo isso porque, nós somos 8,2 milhões que recebem acima de um salário, sem contar contar com esposa, filhos, noras/genros, netos que já votam e agora os futuros aposentados, que se conscientizaram da nossa situação e que não querem passar o que nós estamos passando, quando eles se aposentarem. Somando todos esses votos, passará tranquilamente dos 40 milhões. Talvez você que está lendo esse comentário, talvez esteja pensando esse aposentado é um sonhador, será que eu sou?
    Vou lhe dar um exemplo, partindo de mim e da minha família, só na minha casa o total de votos são 6, sem contar com as famílias das nossas noras, que também estão conosco, aí esse total vai para 12, ou seja, 12 votos, quanto somos mesmo, 8,2 milhões.
    Os aposentados da era Lula, são completamente diferentes da era Fernando Henrique Cardoso, assim mesmo o Fernando Henrique, não conseguiu fazer o seu sucessor, devido a criação do Fator Previdenciário e também por ter chamado os aposentados de vagabundos. Naquela época a Internet não estava em evidencia, como está agora e os aposentados e pensionistas estão usando muito bem a mesma, prova disso é só pesquisar na mesma, os milhares de blogs que estão na luta a favor dos aposentados e pensionistas, pela recuperação das aposentadorias e pensões acima de um salário mínimo.
    O partido que for inteligente é só se aliar aos aposentados e pensionistas e prometer publicamente, acabar com essa injustiça contra os aposentados e pensionistas, com certeza se dará bem na eleição. Nós iremos atingir mais de 40 milhões de votos e numa eleição majoritária como a próxima, vai definí-la. É só esperar pra ver??
    OBS: Visite o meu blog. O endereço é: http://blig.ig.com.br/jgrsmaia, (aposentado não está brincando?)

    ResponderExcluir

Anônimos não serão publicados