quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Maynard Marques de Santa Rosa este não é um General Auxiliar


O General Maynard Marques de Santa Rosa não é um general Auxiliar, como o é o Ministro do TSE Joelson Dias, Ministro Auxiliar de Lula e do governo lulo petista.

Mesmo sabendo que seria punido, Maynard Marques soube se manifestar contra o que julga ser um atentado ao nosso Estado Democrático de Direito.

O ministro Nelson Jobim (Defesa) anunciou nesta quarta-feira a exoneração do general da ativa Maynard Marques de Santa Rosa, chefe do Departamento-Geral do Pessoal do Exército.

Comissão da calúnia.

A COMISSÃO DA “VERDADE”?

A verdade é o apanágio do pensamento, o ideal da filosofia, a base fundamental da ciência. Absoluta, transcende opiniões e consensos, e não admite incertezas.

A busca do conhecimento verdadeiro é o objetivo do método científico. No memorável “Discurso sobre o Método”, René Descartes, pai do racionalismo francês, alertou sobre as ameaças à isenção dos julgamentos, ao afirmar que “a precipitação e a prevenção são os maiores inimigos da verdade”.

A opinião ideológica é antes de tudo dogmática, por vício de origem. Por isso, as mentes ideológicas tendem naturalmente ao fanatismo. Estudando o assunto, o filósofo Friedrich Nietszche concluiu que “as opiniões são mais perigosas para a verdade do que as mentiras”.

Confiar a fanáticos a busca da verdade é o mesmo que entregar o galinheiro aos cuidados da raposa.

A História da inquisição espanhola espelha o perigo do poder concedido a fanáticos. Quando os sicários de Tomás de Torquemada viram-se livres para investigar a vida alheia, a sanha persecutória conseguiu flagelar trinta mil vítimas por ano no reino da Espanha.

A “Comissão da Verdade” de que trata o Decreto de 13 de janeiro de 2010, certamente, será composta dos mesmos fanáticos que, no passado recente, adotaram o terrorismo, o seqüestro de inocentes e o assalto a bancos, como meio de combate ao regime, para alcançar o poder.

Infensa à isenção necessária ao trato de assunto tão sensível, será uma fonte de desarmonia a revolver e ativar a cinza das paixões que a lei da anistia sepultou.

Portanto, essa excêntrica comissão, incapaz por origem de encontrar a verdade, será, no máximo, uma
“Comissão da Calúnia”.

Gen Ex Maynard Marques de Santa Rosa

6 comentários:

  1. PARABENIZO A ATITUDE HONROSA DO GENERAL SANTA ROSA E AQUELA DO GENERAL HELENO (EX COMANDANTE DO CMA). É DESSE TIPO DE MILITARES QUE PRECISAMOS. NÃO ESSES BUNDAS MOLES QUE ESTÃO AÍ NO EB, COMO O COMANDANTE ATUAL.

    ResponderExcluir
  2. Militares tiverem sua chance durante 20 anos. Spo torturaram e promoveram pessoas como Paulo Maluf, ACM e José Sarney os maiores corruptos que o Brasil já teve!

    ResponderExcluir
  3. Precisamos de mais generais com o espírito de Santa Rosa, para acabar com a denominação desses terroristas que se apossaram do governo. Leiam A Revolução Impossivel e Verdade Sufocada para de fato saberem o que aconteceu nos anos 70.

    Binho

    ResponderExcluir
  4. Força e honra General !!!!!!
    São por existir pessoas como o Senhor, que ainda sinto uma ponta de esperança no horizonte da nossa tão amada pátria Brasil.
    Brasil acima de tudo, somente abaixo de DEUS !!!!
    3º Sgt PM Caldeira PMESP.

    ResponderExcluir
  5. Tive o privilégio de ser um dos comandados do Sr Gen Maynard Marques de Santa Rosa, quando Cel comandante do 11º BI - Regimento de Montanha em São João del Rei-MG, é honroso saber a preocupação de tão nobre brasileiro da repercussão de medida irresponsáveis, impessáveis e amadoras possa trazer para o país,Acredito num Brasil politicamente correto, justo e honesto, valeu General. Avante camarada, avante Brasil! Montanha!!

    ResponderExcluir
  6. PAÍS DEMOCRÁTICO não quer dizer que um militar não possa ser presidente, como bem disse O "beto" do meio da ditadura foi que apareceram Maluff, ACM e Sarney, hoje os maiores corruptos do Brasil,
    mas não vamos esquecer que nesse período eles eram aclamados pelo povo, tanto é verdade que até hoje estão no poder e não é pelo que fazem e sim pelo que fizeram quando eram vigiados pelas leis de verdade.
    e bandidos como eram poucos estavam todos de-traz das grades. hoje é o inverso nós é que estamos presos.
    LULA É um grande presidente "PARA OS DIAS DE HOJE"
    este PAÍS precisa de um CASTELO BRANCO um grande estadista!

    ResponderExcluir

Anônimos não serão publicados