terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Lula ganhou “herança bendita” de FHC, diz Alvaro Dias


08/02/2010 - Congresso em Foco - Fábio Góis
Em um plenário esvaziado pela segunda-feira (8) sem votações ou deliberações, o vice-líder do PSDB no Senado, Alvaro Dias (PR), foi à tribuna para defender o ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso, que, em artigo publicado na edição deste domingo do Estado de S. Paulo, volta a fazer críticas ao presidente Lula. Segundo Alvaro, o governo anterior deixou uma “herança bendita recolhida” pelo atual.
“Por que ignorar esse passado, desprezar esses feitos, por que tentar apropriar-se deles? Isso é honestidade intelectual?”, discursou Álvaro, para uma platéia de oposicionistas como o vice-presidente de FHC, Marco Maciel (DEM-PE), Mão Santa (PSC-PI), Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) e Adelmir Santana (DEM-DF), além de Antonio Carlos Valadares (PSB).
No artigo, FHC diz que Lula, em “momentos de euforia”, inventa desafetos e enuncia “inverdades”. “Há três semanas Lula disse que recebeu um governo estagnado, sem plano de desenvolvimento. Esqueceu-se da estabilidade da moeda, da Lei de Responsabilidade Fiscal, da recuperação do BNDES, da modernização da Petrobrás, que triplicou a produção depois do fim do monopólio e, premida pela competição e beneficiada pela flexibilidade, chegou à descoberta do pré-sal”, fustigou o tucano, citando outros exemplos do que, segundo ele, foi feito de maneira bem sucedida em seu governo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados