quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

General Maynard Marques de Santa Rosa, que atacou plano de direitos humanos será exonerado

O general Maynard Marques de Santa Rosa, chefe do Departamento Geral de Pessoal do Exército, será exonerado do cargo, informou nesta quarta-feira o Ministério da Defesa, após a divulgação de declarações em que o militar faz pesadas críticas ao Plano Nacional de Direitos Humanos.
"O general Santa Rosa será exonerado do Departamento Geral de Pessoal do Exército", afirma declaração publicada na página do ministério no serviço de microblogs Twitter (www.twitter.com/DefesaGovBr).
Mais tarde, o ministério divulgou nota afirmando que o ministro Nelson Jobim encaminhou ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva proposta de exoneração do general após o comandante do Exército, general Enzo Martins Peri, confirmar que a nota que circula na Internet é de autoria de Santa Rosa.
Peri informou a Jobim, de acordo com o ministério, que o texto era uma correspondência particular de Santa Rosa e que foi indevidamente propagada pela Internet.
Fonte: 10/02/2010 Reuters/Brasil Online
http://oglobo.globo.com/pais/mat/2010/02/10/general-que-atacou-plano-de-direitos-humanos-sera-exonerado-915831126.asp

2 comentários:

  1. Eu pensava que não existia mais militar macho nas forças armadas, mas estava enganado!

    Existe um. O Exmo Gen. Maynard Marques de Santa Rosa.

    Parabéns por falar a pura verdade daquilo que está acontecendo no meio político.

    Pena que não conheça outros "Maynards".

    ResponderExcluir
  2. O general Santa Rosa agora pode se candidatar ao cargo de \Deputado Federal e colocar ordem e moralidade em Brasília.

    ResponderExcluir

Anônimos não serão publicados