domingo, 28 de fevereiro de 2010

Presidentes do STF e do TSE vão debater Ficha Limpa

Fonte : www.camara.gov.br

O grupo de trabalho que discute o projeto Ficha Limpa (PLP 518/09) vai convidar os presidentes do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Carlos Ayres Brito, além do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, para audiência pública na próxima terça-feira (2).

De acordo com o autor do requerimento aprovado, deputado Gerson Peres (PP-PA), o objetivo é discutir a constitucionalidade e a legalidade da proposta, que prevê a inelegibilidade de candidatos condenados na Justiça.

Sabem de quem é este rosto?


Reina Luisa Tamayo. Esta mulher hoje chora a morte do seu filho, assassinado por uma "democracia comunista"

Foto: http://www.larazon.es

Ele era negro e preso por delito de opinião, mas para ele nem igualdade racial e nem direitos humanos. Este é o futuro que espera os dementes brasileiros que flertam com o regime comunista.
Fonte: http://cantinho_dos_sonhos.zip.net/

‘The Economist’ aponta Sarney como exemplo de impunidade


27/02/2010 por Jorge Roriz

Política - Reportagem na edição desta semana da revista inglesa “The Economist” – uma das mais conceituadas do mundo – denuncia casos de corrupção e impunidade na política brasileira, citando como exemplo o caso Lunus, ocorrido em março de 2002 no Maranhão.

A revista aponta o senador José Sarney como exemplo de impunidade no Brasil e considera a prisão do governador afastado do Distrito Federal, José Roberto Arruda, “incomum em um país onde políticos acusados de corrupção frequentemente nada perdem além de seus mandatos ou sua dignidade – e ainda assim parecem voltar rapidamente”.

“The Economist” mostra as fotos do R$ 1,5 milhão encontrado em 2002 no comitê de campanha da então pré-candidata à Presidência da República, Roseana Sarney para dizer que, com frequência, imagens revelam escândalos envolvendo políticos, dinheiro e corrupção. Mas que as filmagens em Brasília tiveram um fim surpreendente – a prisão.

Em julho de 2009, a longa lista de escândalos do Senado brasileiro chegou às páginas da revista britânica. Com o título de “Casa de Horrores” (“House of horrors”), a The Economist enfocou o escândalo dos atos secretos, a residência milionária (R$ 4 milhões) omitida pelo presidente José Sarney da Justiça Eleitoral, os negócios no crédito consignado de seu neto José Adriano Sarney, dentro da Casa, além da farra das passagens aéreas e a casa de R$ 5 milhões não declarada à Receita Federal pelo ex-diretor Agaciel Maia.

Com o irônico subtítulo “O que os parlamentares britânicos podem aprender com os senadores brasileiros” – por conta de recentes escândalos na Inglaterra em que deputados foram pegos usando dinheiro público para pagar contas particulares -, a reportagem citou que havia 10 mil servidores para tomar conta de apenas 81 senadores, que o plano de saúde dos parlamentares é gratuito e vitalício e que os auxílios-moradia são generosos. Sarney, na reportagem, é apontado como um “sobrevivente”.

Fonte: JP

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Exilados cubanos ocupam consulado do Brasil em Miami

Um grupo de exilados cubanos ocupou hoje pacificamente durante uma hora o consulado do Brasil em Miami para denunciar a "cumplicidade" do presidente Luiz Inácio Lula da Silva no "assassinato" do prisioneiro político Orlando Zapata Tamayo.

Cerca de 15 pessoas da Assembleia da Resistência, entre ex-presos políticos cubanos e membros de organizações do exílio, entraram nas instalações do consulado do Brasil e ocuparam uma das salas enquanto exclamavam: "Lula, cúmplice!", "Vergonha para Lula!" e "Viva Orlando Zapata Tamayo!".

"Lula é cúmplice da ditadura castrista e do assassinato de Orlando Zapata", expressou à Agência Efe Orlando Gutiérrez, diretor do Diretório Democrático Cubano, que liderava o grupo que entrou no consulado brasileiro.

Gutiérrez ressaltou que o objetivo da ocupação era pôr em evidência a "vergonha que representa para o Brasil Lula aparecer abraçado aos irmãos Castro no momento em que estão assassinando um homem pelo mero fato de discordar".

Fonte: http://direitabeminformada.blogspot.com/2010/02/cubanos-ocupam-consulado-do-brasil-em.html

Lula: omisso e covarde

“Eu não recebi nenhuma carta. As pessoas precisam parar com o hábito de fazerem carta, guardarem para si e depois dizerem que mandaram para os outros. Se essas pessoas tivessem falado comigo antes, teria pedido para parar e eu, quem sabe, teria evitado que eles morressem, de forma que eu lamento que uma pessoa se deixe morrer por uma greve de fome”.

Lula não seja COVARDE E OMISSO. Existem outros presos políticos em Cuba. Entre o quais, um irmão de Orlando Zapata em cadeira de rodas de tanto apanhar na prisão.


Fonte: http://marcozer0.spaces.live.com/default.aspx?sa=772424338

Lula faz negócios sobre cadáveres

Por Marcos Guterman

O presidente Lula estava nesta quarta-feira em Cuba para tratar de negócios, segundo informa o Blog do Planalto. “Essa é a quarta visita do presidente Lula a Cuba, com quem o Brasil teve um intercâmbio comercial de US$ 330 milhões em 2009 – US$ 223 milhões de saldo em favor do Brasil”, diz o blog.

Nenhuma palavra, porém, sobre os dissidentes políticos cubanos que imploraram a Lula que ele intercedesse em seu favor. Um desses opositores morreu após mais de 80 dias de greve de fome.

Ao lado de Raúl Castro, com quem estava tratando de “negócios”, Lula ouviu o ditador cubano afirmar que “lamentava” a morte do dissidente e que, naturalmente, “não temos tortura e nem desrespeito aos direitos humanos” em Cuba. O presidente brasileiro nada disse.

Lula terá nova oportunidade de se calar ante violações de direitos humanos cometidas pelos cínicos “parceiros” do Brasil quando for ao Irã, em outra de suas viagens de “negócios”. Como se sabe, os dissidentes iranianos não precisam morrer de fome; eles morrem enforcados.

Campanhas caras e leis duras estimulam corrupção no Brasil, diz 'Economist'


O governador afastado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (Abr/Arquivo)

Para a revista, Arruda foi preso por ser de partido cuja importância diminui

A edição desta semana da revista britânica The Economist traz um artigo em que afirma que os altos custos das campanhas políticas no Brasil, aliados a regras de financiamentos eleitorais “estritas de maneira irrealista”, são a origem de muitos dos escândalos de corrupção no país.

A revista cita o recente caso envolvendo o governador afastado do Distrito Federal, José Roberto Arruda, e brinca ao afirmar que “no Brasil, quando dinheiro, política e escândalos se encontram, há geralmente uma câmera em algum lugar para fazer com que qualquer declaração de inocência se esvazie”.

Afirmando que o “Brasil provavelmente não é mais corrupto que países de tamanho e riqueza similares” – com resultados melhores em índices de percepção da corrupção que Índia, China e Rússia -, a Economistressalta que os escândalos no país costumam ser investigados por uma imprensa “agressiva e competitiva” e instituições fortes como o Ministério Público.

Fonte: http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2010/02/100225_economist_arruda_cq.shtml

Mensalão mineiro tem 11 réus


A juíza Neide da Silva Martins, titular da 9ª Vara Criminal de Belo Horizonte, recebeu denúncia contra o ex-ministro Walfrido dos Mares Guia, o empresário Marcos Valério Fernandes e outros nove acusados no inquérito do mensalão mineiro, suposto esquema de desvio de recursos públicos durante a campanha à reeleição do então governador Eduardo Azeredo (PSDB), em 1998. Todos responderão pelos crimes de peculato (uso de cargo público em benefício próprio) e lavagem de dinheiro. O ex-governador de Minas e atual senador já é réu no Supremo Tribunal Federal (STF).
Em seu despacho, assinado anteontem, a juíza cita a denúncia apresentada pelo então procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, que apontou desvio de pelo menos R$ 3,5 milhões dos cofres do Estado para a campanha, por meio da "retirada criminosa" de recursos públicos das estatais Companhia de Saneamento (Copasa), Companhia Mineradora (Comig) - atual Codemig - e Banco do Estado de Minas Gerais (Bemge). O suposto esquema é considerado uma espécie de "embrião" do mensalão - escândalo que veio à tona durante o primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Além de Walfrido - que na época dos fatos ocupava o cargo de vice-governador do Estado - e Valério, passam à condição de réus também o ex-vice-governador de Minas durante o primeiro mandado de Aécio Neves (PSDB), Clésio Andrade, o ex-tesoureiro da campanha de Azeredo e ex-secretário de Administração do governo tucano, Cláudio Mourão, os ex-sócios de Valério nas agências DNA e SMPB, Ramon Hollerbach Cardoso e Cristiano de Melo Paz, o ex-secretário de Comunicação do governo Azeredo, Eduardo Guedes, o ex-diretor da Copasa, Fernando Moreira Soares, os ex-diretores da Comig, Lauro Wilson de Lima Filho e Renato Caporali Cordeiro e o ex-presidente do Bemge, José Afonso Bicalho.
A magistrada determinou a citação de todos os réus para que respondam à acusação por escrito no prazo de 10 dias.
Fonte: Jornal do Commercio (PE) - 26/2/2010
http://www.deunojornal.org.br/materia.asp?mat=287868Mensalão mineiro tem 11 réus

A juíza Neide da Silva Martins, titular da 9ª Vara Criminal de Belo Horizonte, recebeu denúncia contra o ex-ministro Walfrido dos Mares Guia, o empresário Marcos Valério Fernandes e outros nove acusados no inquérito do mensalão mineiro, suposto esquema de desvio de recursos públicos durante a campanha à reeleição do então governador Eduardo Azeredo (PSDB), em 1998. Todos responderão pelos crimes de peculato (uso de cargo público em benefício próprio) e lavagem de dinheiro. O ex-governador de Minas e atual senador já é réu no Supremo Tribunal Federal (STF).
Em seu despacho, assinado anteontem, a juíza cita a denúncia apresentada pelo então procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, que apontou desvio de pelo menos R$ 3,5 milhões dos cofres do Estado para a campanha, por meio da "retirada criminosa" de recursos públicos das estatais Companhia de Saneamento (Copasa), Companhia Mineradora (Comig) - atual Codemig - e Banco do Estado de Minas Gerais (Bemge). O suposto esquema é considerado uma espécie de "embrião" do mensalão - escândalo que veio à tona durante o primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Além de Walfrido - que na época dos fatos ocupava o cargo de vice-governador do Estado - e Valério, passam à condição de réus também o ex-vice-governador de Minas durante o primeiro mandado de Aécio Neves (PSDB), Clésio Andrade, o ex-tesoureiro da campanha de Azeredo e ex-secretário de Administração do governo tucano, Cláudio Mourão, os ex-sócios de Valério nas agências DNA e SMPB, Ramon Hollerbach Cardoso e Cristiano de Melo Paz, o ex-secretário de Comunicação do governo Azeredo, Eduardo Guedes, o ex-diretor da Copasa, Fernando Moreira Soares, os ex-diretores da Comig, Lauro Wilson de Lima Filho e Renato Caporali Cordeiro e o ex-presidente do Bemge, José Afonso Bicalho.
A magistrada determinou a citação de todos os réus para que respondam à acusação por escrito no prazo de 10 dias.
Fonte: Jornal do Commercio (PE) - 26/2/2010
http://www.deunojornal.org.br/materia.asp?mat=287868

Eles deram três voltas na Terra, e estavam de folga

Durante o recesso parlamentar em janeiro, o Senado gastou R$ 332,9 mil para ressarcir despesas dos congressistas
Os senadores não freiam os gastos com o dinheiro público nem mesmo durante o recesso parlamentar. Levantamento feito pelo Congresso em Foco revela que o Senado desembolsou até agora R$ 332.968,22 para ressarcir despesas de 40 dos 81 senadores em janeiro, quando não houve nenhuma sessão na Casa. O montante equivale ao salário (R$ 16,5 mil) de 20 parlamentares. Mas tende a crescer, já que eles têm até o final do ano para apresentar as notas fiscais e pedir o reembolso dos gastos feitos no primeiro mês de 2010.
Do total reembolsado até agora, R$ 49,65 mil cobriram apenas despesas de 31 senadores com combustíveis e lubrificantes. Com esse valor, seria possível encher o tanque (de 50 litros) de 310 veículos (ao preço de R$ 2,80 o litro da gasolina). É gasolina suficiente para viajar de carro 29 vezes entre as duas capitais mais distantes do país, Porto Alegre (RS) e Boa Vista (RR), distantes 5,34 mil km, cruzar o diâmetro da Terra 12 vezes ou, ainda, dar três vezes voltas em torno do planeta, com seus 40 mil km de circunferência.
Fonte: Congresso em Foco

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Adeus de Lula ao Nobel da Paz


Em 07.07.2009 Lula recebeu o Prêmio Félix Houphouët-Boigny pela Busca da Paz, oferecido pela Organização das Nações Unidas para a Educação (Unesco), época em que se cogitou das chances futuras de um Nobel da Paz.

O que se seguiu foram tiros no pé.

Foi alertado por Shirin Ebadi, premio Nobel da Paz de que não deveria flertar com governos criminosos, quando se aproximou de Mahmoud Ahmadinejad, mas Lula não deu atenção e esta selando a amizade com visitas oficiais. Ahmadinejad se manteve no poder através de uma eleição suspeita, esta aprofundando a crise no oriente médio, com ameaças constantes de dar fim ao estado israelense e ameaça dotar o Irã de mísseis de longo alcance e armas nucleares.

Lula vem apoiando e sendo apoiado por Chavez, a Venezuela enfrenta uma crise econômica sem precedentes e inaceitável por ser um país rico em petróleo, o presidente venezuelano vem sendo condenado de forma unânime por sua tirania e por ferir os Direitos Humanos, por controlar a imprensa e a opinião pública.

Agora a morte de Zapata Tamayo acabou arrastando o Lula aos holofotes internacionais, por ter se limitado a lamentar o episódio, quando poderia ter atuado na mediação por pedido feito pelos dissidentes presos.

A morte de Zapata, "o novo herói cubano", glorificado por ter sido condenado por querer a liberdade de pensar e exprimir livremente o pensamento, por ter sido torturado e morto em sua luta por Direitos Humanos.

Oswaldo Payá, considerado o mais importante dissidente cubano, ao saber da morte de Zapata fez uma afirmativa que deixa o prestígio de Lula profundamente abalado:

“...... Respeitamos e amamos o povo brasileiro, mas o governo Lula não teve uma palavra de solidariedade com os direitos humanos em Cuba, tem sido um verdadeiro cúmplice com a violação dos direitos humanos em Cuba.....”

A morte de Orlando Zapata está sendo amplamente divulgada pela imprensa mundial que mostra seu repúdio ao regime que o levou à morte.

O jornal El País em editorial diz:

“A morte de Zapata é uma acusação adicional e motivo de condenação enérgica contra a mais longa ditadura da América Latina. É um desafio para a comunidade internacional e principalmente para Lula, que tem nas mãos o papel de porta-voz da condenação à repressão política, tanto por seu lugar de potência emergente como pela coincidência de sua visita à ilha”.

El Mundo:

A jornalista e escritora cubana Gina Montaner classificou o abraço de Lula ao líder Fidel Castro como “o abraço da morte”.

Miami Herald

Zapata “não precisava morrer, mas sucumbiu diante do consentimento silencioso de líderes democráticos”.

Como brasileiro não quero acreditar que os abraços e risadas fotografados fossem uma comemoração, mas estou chocado, estou envergonhado diante das justificativas apresentadas pelo e pelo silêncio que se segue.

Os brasileiros indicarão o nome do Lula ao Prêmio Nobel do Cinismo

Jornal espanhol critica Lula por silêncio sobre regime cubano

Diário El País diz que presidente não pode se calar diante de violações aos direitos humanos
O jornal espanhol El País publicou nesta quinta-feira (25) um editorial em que critica o presidente Lula por sua falta de ação diante das violações aos direitos humanos em Cuba.

A publicação cita a visita do presidente brasileiro à ilha, nesta quarta-feira (25), e a morte do dissidente cubano Orlando Zapata Tamayo em uma prisão, após 85 dias de greve de fome.

Segundo o El País, o "silêncio de Lula diante de uma ditadura como a castrista prejudicaria o que ele representa para a América Latina e, na medida em que o Brasil estabelece sua posição de potência emergente, para o resto do mundo".

Para o jornal espanhol, a coincidência entre a visita do presidente do Brasil a Cuba e a morte de Zapata representaria "uma prova decisiva para a comunidade internacional e para Lula".

O editorial também afirma que a ocasião serviria para Lula "demonstrar que o crescente papel internacional do Brasil não significa sacrificar o principal capital político adquirido: a opção por uma esquerda capaz de oferecer progresso e bem-estar por meio do fortalecimento e da gestão das instituições e dos procedimentos democráticos".

Jornal espanhol critica Lula por silêncio sobre regime cubano

Diário El País diz que presidente não pode se calar diante de violações aos direitos humanos
O jornal espanhol El País publicou nesta quinta-feira (25) um editorial em que critica o presidente Lula por sua falta de ação diante das violações aos direitos humanos em Cuba.

A publicação cita a visita do presidente brasileiro à ilha, nesta quarta-feira (25), e a morte do dissidente cubano Orlando Zapata Tamayo em uma prisão, após 85 dias de greve de fome.

Segundo o El País, o "silêncio de Lula diante de uma ditadura como a castrista prejudicaria o que ele representa para a América Latina e, na medida em que o Brasil estabelece sua posição de potência emergente, para o resto do mundo".

Para o jornal espanhol, a coincidência entre a visita do presidente do Brasil a Cuba e a morte de Zapata representaria "uma prova decisiva para a comunidade internacional e para Lula".

O destino tem que lhe ser cruel

por Adriana Vandoni em 26/02/2010

Um homem com todas as crueldades que fez a seu povo durante mais de 50 anos, não pode morrer com serenidade e dignidade simplesmente deixando de acordar uma manhã. A vida na sua seqüência impossível de represar, exibe de forma cruel e degradante a falência física do ditador cubano. Ao seu lado na foto está o presidente brasileiro que o trata equivocadamente como um ídolo, ambos riem obscenamente enquanto na ilha está caindo o pano da vida de mais um liberal detido como inimigo tão somente por querer um bem inato do ser humano: a liberdade de pensar e exprimir livremente o pensamento. Tinha morrido pouco antes o condenado e preso político Orlando Zapata Tamayo e ambos os debochados que estão rindo sabiam do ocorrido. Castro por ser carcereiro e Lula pela carta, que pusilanimemente negou ter recebido, enviada por 50 dos 75 presos, onde pediam que a diplomacia brasileira advogasse a favor de sua libertação e, principalmente, sobre a situação de Orlando.

Oswaldo Payá, considerado o mais importante dissidente cubano, ao saber da morte de Zapata fez uma afirmativa que deixa o prestígio de Lula profundamente abalado:

“Os projetos econômicos o Brasil pode levar de volta quando quiser. Respeitamos e amamos o povo brasileiro, mas o governo Lula não teve uma palavra de solidariedade com os direitos humanos em Cuba, tem sido um verdadeiro cúmplice com a violação dos direitos humanos em Cuba. Já não esperamos nem queremos esperar nada dele.”

O decesso Orlando Zapata está amplamente divulgada pela imprensa mundial que mostra seu repúdio ao regime que o levou à morte

Todavia o preso político Pablo Pacheco Ávila, conseguindo enganar a vigilância, um dia antes da morte de Zapata, e ditou um artigo através de telefone celular, para a blogueira cubana Yoani Sánchez. Usando o título “Entre as grades” ele conta: “O assunto que tratarei hoje não se refere a uma determinada ideologia, pois os homens morrem, mas as idéias continuam. Há diversas semanas o preso político Orlando Zapata Tamayo é protagonista de uma greve de fome que certamente trará conseqüências indeléveis para seu organismo. Orlando é um homem corajoso e capaz de levar ao extremo uma causa a favor dos direitos fundamentais.

(…) Agora ele está entre a vida e a morte, mas pede somente um tratamento digno de um ser humano. As eventuais conseqüências negativas cairão na consciência daqueles que se esconde dentro de um uniforme militar para agredir e torturar seres humanos privados da liberdade. Devemos exigir que as autoridades cubanas cessem as hostilidades contra a dissidência pacífica.

Zapata Tamayo deve viver, porque pode fazer ainda muito por Cuba.”

Lamentavelmente o desejo de Pablo Pacheco não foi atendido. O pior é que os esquerdistas brasileiros de fancaria, mais aproveitadores oportunistas que ideólogos como Lula, Franklin Martin, Dilma Rousseff et caterva, tem o desplante ofensivo de qualificar como herói mundial, o covarde e assassino ditador cubano Fidel Castro

No passarán! - por Carlos Vereza


Eu, Orlando Zapata,

Cubano dissidente,
e descrente,oro por você
Lula.
Por sua insensibilidade,
que nunca sabe de nada,
dos pedidos de socorro,
dos que foram fuzilados.
Oro por sua capacidade infinita
de omitir-se, de virar o rosto para o lado.
Oro por sua avidez,
sua falsa ideologia.
Uma palavra sua poderia salvar-me,
interromper minha greve de fome,
minha greve de liberdade,
minha greve de amor.
Sua cumplicidade com o arbítrio,
e a tortura em Cuba,
já tristemente saudosa de Batista.
Oro pelos intelectuais de "esquerda",
pelo silêncio criminoso dos intelectuais de "esquerda."
Ergo aos ceus minha prece,
por uma América Latina
livre dos ditadores,
populistas,
pais dos pobres.
Oro pelas veias cortadas
por aproveitadores da ignorância
dos povos,
dos pueblos,
dos Chicos.
Que o Deus negro
dos cubanos
perdoe sua falsa greve de hambre
alimentada por cumplices carcereiros.
Mas ustedes
No passarán
E mesmo assim,
oro por sua queda,
que ela não seja leve,
que ainda me sinto preso
à amargura,
a minha pouca santidade.
Lula, a Santeria tudo viu,
tudo vê,
tudo sabe,
nada ignora.
E você e todos
os que sugaram minha comida
minha alma,
minha pouca alegria,
repito:
No passarán!
Por Carlos Vereza
PS - Assinamos embaixo. movcc/Gabriela

Lula be a man at least one time in your life


MURDEROUS FRIENDS

Lula, washes the hands before coming back to Brazil, our country does not deserve to have in its territory somebody with the impregnated hands of the blood of Zapata Tamayo!
Orlando Zapata defended the human rights in Cuba, his death served to that Lula one more time placed the dignity of the Brazilians of knees.
Lula said he never know about the letter of the opponents, as always.
As always Raul Castro blamed U.S.A. for the death of Zapata, and Lula folloied with docile and alcoholic smile.
“If these people had spoken with me before, would have asked for to stop and I, who knows, would have prevented that he died, Any way I moan that a person who leaves to die for a hunger strike”.
Lula, others will go to die, what you will make pra to prevent it?
A suggestion: It leans Fidel and Raul in the wall! Then you show that in our country we respect the Human Rights. Thread the PNDH3 in the snout of the genocide dogs!
Lula be a man!
And I comment: Lula be a true man at least one time in your life!

Translated for Tereza - http://terezacs.blogspot.com/
from article: Cuba e Brasil - Fraternos Assassinos

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

O que nos aguarda em 2010 por Carlos Vereza

*Carlos Vereza
Não é necessário ser profeta para revelar antecipadamente o que será o ano eleitoral de 2010.

Ou existe alguém com tamanha ingenuidade para acreditar que o “fascismo galopante” que aparelhou o estado brasileiro, vá, pacificamente, entregar a um outro presidente, que não seja do esquema lulista, os cargos, as benesses, os fundos de pensão, o nepotismo, enfim, a mais deslavada corrupção jamais vista no Brasil?

Lula, já declarou, que (sic) “2010 vai pegar fogo!”. Entenda-se por mais esta delicadeza gramatical, golpes abaixo da cintura: Dossiês falsos, PCC “em rebelião”, MST convulsionando o país… Que a lei de Godwin me perdoe - mas assistiremos em versão tupiniquim, a Kristallnacht, A Noite dos Cristais que marcou em 1938 o trágico início do nazismo na Alemanha.

E os “judeus” serão todos os democratas, os meios de comunicação não cooptados (verificar mais uma tentativa de cercear a liberdade de expressão no país: em texto aprovado pelo diretório nacional do PT, é proposto o controle público dos meios de comunicação e mecanismos de sanção à imprensa). Tudo isso para a perpetuação no poder de um partido que traiu um discurso de ética e moralidade ao longo de mais de 25 anos e, gradativamente, impõe ao país um assustador viés autoritário. Não se surpreendam: Há todo um lobby nacional e internacional visando a manutenção de Lula no poder.

Prêmios, como por exemplo, o Chatham House, em Londres, que contou com “patrocínios” de estatais como Petrobras, BNDS e Banco do Brasil, sem, até agora, uma explicação convincente por parte dos “patrocinadores”; matérias em revistas estrangeiras, enaltecendo o “mantenedor da estabilidade na América Latina”. Ou seja: a montagem virtual de um grande estadista…

Na verdade, Lula, é o übermensch dos especuladores que lucram como “nunca na história deste país”.

Sendo assim, quem, em perfeito juízo, pode supor que este ególatra passará, democraticamente, a faixa presidencial para, por exemplo, José Serra, ou mesmo Aécio Neves?

Pelo que já vimos de “inaugurações” de obras que sequer foram iniciadas, de desrespeito às leis eleitorais, do boicote às CPIs, como o da Petrobras, do MST e tantos outros “deslizes”, temos o suficiente para imaginar o que será a “disputa” eleitoral em 2010.

Confiram.

Para que o Brasil não esqueça.


Copie, cole, anexe, remeta para a sua lista. Use o cartaz no seu blog. Não vamos deixar o Brasil esquecer que, um dia, quiseram dar a ele o Prêmio Nobel da Paz.

Evento: Ato Público em favor da Ficha Limpa em São Paulo

1,6 milhões de assinaturas

"Está chegando a hora decisiva!"


Ato Público em favor da Ficha Limpa

Data: segunda-feira, 8 de março às 11:00

Local: Faculdade de Direito da USP


Para ver mais detalhes e confirmar presença, clique no link abaixo:
http://www.facebook.com/n/?event.php&eid=325243207307&mid=1efcd73G5af31615d7ffG62c197G7

Nove motivos pelos quais o ministro do STF deve ser expulso do STF

A Voz Do Povo: Nove motivos pelos quais o ministro do STF deve se... : (1) Gilmar telefonou espontaneamente para Silval Barbosa, ex-governad...