terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Sarney diz que nunca participou de gestão de fundação

Congresso em Foco - 18 de Janeiro de 2010
O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-
AP), negou nesta segunda-feira (18) que participe da administração da Fundação José Sarney. Com sede no Maranhão, foi criada "no molde das bibliotecas presidenciais americanas, centro de estudos e pesquisas políticas e sociais", de acordo com o site da instituição, para preservar a memória do peemedebista. Em nota oficial para responder matéria publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo de hoje, Sarney diz ser apenas o presidente de honra da instituição.
Segundo a reportagem do jornal, auditoria da Controladoria-Geral da União (CGU) nas contas da Fundação José Sarney apontou para uma cadeia de fraudes na execução de um projeto de R$ 1,3 milhão patrocinado pela Petrobrás. A investigação do órgão do governo federal acusa a entidade de uso de notas frias e calçadas (divergência de valores), empresas fantasmas e de fachada, contratações irregulares, ausência de comprovação de serviços, entre outras irregularidades, para um projeto cultural que nunca saiu do papel.
Até quanto o brasileiro decente vai ter que tolerar os bandidos do senado?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados