domingo, 10 de janeiro de 2010

Câmara dos Deputados mais que dobra gastos com horas extras

Jornal Pequeno - O Órgão das Multidões - 08 de Janeiro de 2010
A Câmara dos Deputados gastou em 2009 mais
que o dobro em horas extras que no ano anterior. No ano passado, a Casa pagou R$ 44,4 milhões com horas extras aos funcionários, R$ 17,4 milhões a mais do que os R$ 27 milhões gastos em 2008, o que corresponde a um aumento de 64,44%. Em comparação ao Senado, o valor está aquém dos R$ 87,6 milhões com o pagamento de horas extras, um aumento de R$ 3,7 milhões em relação a 2008, mesmo depois da crise instalada na Casa presidida pelo senador José Sarney.
A Câmara paga hora-extra aos servidores que ficam trabalhando quando a sessão do plenário passa das 19 horas. Em 2009, isso aconteceu por 74 vezes. Em 2008, foram 52 sessões noturnas. A assessoria da Câmara argumenta que o aumento desse tipo de gasto foi resultado da nova sistemática adotada pelo presidente da Casa, Michel Temer (PMDB-SP), nas votações. No ano passado, Temer fez vigorar uma interpretação de que as medidas provisórias não trancam completamente a pauta do plenário, permitindo a votação de um maior número de projetos em sessões que se estenderam pela noite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados