domingo, 8 de novembro de 2009

Tragédias cotidianas no Rio de Janeiro

Essa é uma amostra da tragédia humana em uma das cidades mais belas do mundo.
Jovens, em sua maioria negros e pobres, entrando no submundo do tráfico e deixando a vida cedo demais.
Seriam eles os culpados por uma escolha errada?
Ou seria a unica escolha que se mostrou a sua frente?
Seriam os PMs assassinos?
Ou pobres assalariados cumpridores de ordens?
Os grandes culpados por essa tragédia estão em seus gabinetes de terno e gravata, propondo negociatas com o dinheiro público, o mesmo dinheiro que deveria ser utilizado para melhorar a qualidade de vida da população, propiciando um futuro melhor.
Essas imagens chocantes são dedicadas aos políticos de nosso país, pois sua omissão por dezenas de anos nos fez chegar a tal ponto.





Retirado de uma apresentação em Powerpoint recebida do Beto.

2 comentários:

  1. Lord :Esta é uma triste realidade que deve ser mostrada para que a população deste país seja acordada de seu sonho de falsa grandeza vendido pelo PT e seus asseclas .
    É assustador saber que estes episódios acontecem todos os dias e o nosso presidente nunca fala nada a respeito em seus longos e estúpidos discursos .
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Vivemos uma guerra civil sem precedentes no Rio de Janeiro.

    A Cidade está tomada por favelas e o Estado está ausente em todos os sentidos.

    O problema é que a ausência de uma política de urbanização levou hordas famélicas para os morros.

    Sem ações ordenadas dos nossos governantes, as favelas tornaram-se terra de ninguém, onde o poder paralelo (tráfico) assumiu o controle.


    Além disso, as favelas tornaram-se currais eleitorais, fato que prejudica qualquer tipo de ação contra tais "comunidades", pois sempre há algum político contra a ocupação das favelas pela polícia.

    Penso que as favelas deveriam sem removidas e os morros reflorestados.

    O governo tinha que construir conjuntos populares em locais dignos, mas todo mundo teria que pagar água e luz.

    Como nas favelas ninguém paga água, luz, IPTU, ITBI o Rio de Janeiro tornou-se um imenso favelão já que todos querem morar perto do trabalho e não pagar impostos ou taxas.

    Quando se chega aqui de avião temos uma visão aterradora (um mar de favelas).

    O Rio de Janeiro é o sinônimo de caos e desordem em todos os sentidos.

    Quem mora aqui sabe que nós não temos condições sequer de garantir a segurança de um grupo de aposentados uma partida de damas numa praça qualquer da Zona Norte.

    Ainda falem em Olimpíadas em 2016.

    Até lá nós iremos ver a situação piorar ainda mais, já que o nosso governador e o prefeito do Rio não querem mexer com os traficantes e milicianos.

    Estamos FRITOS!

    ResponderExcluir

Anônimos não serão publicados