quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Procuradora vê ´´fantasma´´ de Renan e cobra R$ 93 mil

O Estado de S. Paulo (SP) - 26/11/2009 - Leandro Colon
Ministério Público Federal entrou com pedido na
Justiça para que um "funcionário fantasma" do senador Renan Calheiros (PMDB-AL) devolva aos cofres públicos os salários recebidos por seis anos de emprego. Em ação protocolada na segunda-feira, a procuradora Anna Carolina Maia diz que Amélia Neli Pizatto "jamais trabalhou efetivamente no Senado", tendo agido de maneira "deliberada e dolosamente".
"É o que se chama popularmente de funcionário fantasma", diz trecho da ação, sobre Amélia Pizatto, lotada no gabinete de Renan entre abril de 2003 e junho de 2009 como assistente parlamentar. Ela é sogra de Douglas Felice, ex-assessor de imprensa de Renan que deixou o cargo há dois meses.
Tudo como dantes no Reino do Sarney!
Eleições 2010 estão chegando, vamos fazer uma faxina no congresso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados