domingo, 2 de agosto de 2009

Renan comanda resistência à renúncia de Sarney

sexta-feira, 31 de julho de 2009, 21:45 | Estadão Online - Agência Estado
Estratégia é pôr a tropa de choque do PMDB para se revezar no Senado e denunciar erros da oposição
Renan Calheiros traça estratégia BRASÍLIA - Decidido a comandar a resistência à possível renúncia do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), ao cargo, o líder do PMDB, Renan Calheiros (AL), resolveu esticar a corda e partir para cima da oposição. A estratégia é pôr a tropa de choque do PMDB para se revezar na tribuna do Senado, a partir desta segunda-feira, quando acaba o recesso parlamentar, denunciando ininterruptamente erros da oposição, em particular do líder do PSDB na Casa, Arthur Virgílio (AM). No início da semana, o PMDB promete entrar com três a quatro representações contra o tucano no Conselho de Ética do Senado.

Um comentário:

  1. OLÁ LORD.
    Postei no meu blog (que tem link para o seu) uma denúncia(vídeo) gravísssima sobre à tal gripe suína. Seria bom publicar no seu e demais blog esse bárbaro crime contra a humanidade.Todos teem que tomar conhecimento dessa tal gripe.
    abraços do www.betocritica.blogspot.com

    ResponderExcluir

Anônimos não serão publicados