terça-feira, 28 de julho de 2009

Presidente do Conselho de Ética emprega ''fantasma''

Terça-Feira, 28 de Julho de 2009 | Estadão de Hoje - Leon Colon
Advogado mora no Rio de Janeiro e não cumpre expediente no órgão
Um assessor do recém-eleito presidente do Conselho de Ética do Senado, Paulo Duque (PMDB-RJ), é funcionário fantasma do próprio órgão há mais de oito meses. O advogado Luiz Eustáquio Diniz Martins foi transferido do gabinete de Duque para o Conselho de Ética em 19 de novembro do ano passado com um salário de R$ 5 mil. Martins, no entanto, mora no Rio de Janeiro e não cumpre expediente no órgão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anônimos não serão publicados